Mercado fechará em 1 h 39 min
  • BOVESPA

    122.184,58
    +1.835,78 (+1,53%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.223,55
    +331,27 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,23
    -0,13 (-0,25%)
     
  • OURO

    1.837,10
    +7,20 (+0,39%)
     
  • BTC-USD

    35.874,91
    -183,98 (-0,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    697,46
    -37,68 (-5,13%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.720,65
    -15,06 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.862,77
    +288,91 (+1,01%)
     
  • NIKKEI

    28.242,21
    -276,97 (-0,97%)
     
  • NASDAQ

    12.810,25
    +8,00 (+0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3645
    -0,0281 (-0,44%)
     

Não dá para gastar além do teto, diz Bolsonaro

·1 minuto de leitura
.

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira que não pode gastar mais do que o limite imposto pela emenda constitucional do teto de gastos, ao destacar que se fizer isso haverá um desequilíbrio das contas públicas do país.

"Eu não vou sozinho mudar o Brasil. Alguns querem que, com poucos recursos, eu faça milagres", disse Bolsonaro em conversa com apoiadores nesta segunda-feira no Palácio da Alvorada.

"Temos uma emenda constitucional que fala do teto de gastos. Não dá para gastar mais do que aquilo. Alguns querem que gaste, não posso gastar mais do que aquilo, desequilibra a economia do Brasil”, acrescentou.

Em outro momento da conversa, Bolsonaro disse que tem cada vez menos recursos para usar devido ao teto. O presidente ressaltou ainda que o país não está uma maravilha e voltou a mencionar a dívida pública que está em torno de 5 trilhões de reais.

(Reportagem de Ricardo Brito)