Mercado fechará em 2 h 55 min
  • BOVESPA

    106.991,05
    +948,57 (+0,89%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    41.952,95
    +47,89 (+0,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    43,00
    +0,58 (+1,37%)
     
  • OURO

    1.833,50
    -38,90 (-2,08%)
     
  • BTC-USD

    18.262,98
    -191,77 (-1,04%)
     
  • CMC Crypto 200

    360,22
    -1,21 (-0,34%)
     
  • S&P500

    3.572,19
    +14,65 (+0,41%)
     
  • DOW JONES

    29.482,45
    +218,97 (+0,75%)
     
  • FTSE

    6.349,78
    -1,67 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    26.486,20
    +34,66 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    25.527,37
    -106,93 (-0,42%)
     
  • NASDAQ

    11.908,75
    +3,00 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4121
    +0,0322 (+0,50%)
     

Não é por aí: Netflix fez parceria, mas não vai transmitir o Campeonato Francês

Rafael Arbulu
·2 minuto de leitura

Uma notícia veiculada pelo jornal francês L’Équipe colocou fãs de futebol e da Netflix em polvorosa: a gigante do streaming teria fechado uma parceria com a empresa de mídia Mediapro, responsável pela coordenação de transmissão da Ligue 1 e Ligue 2 (respectivamente, primeira e segunda divisões do futebol francês). Imediatamente, jornais de todo mundo, incluindo alguns no Brasil, passaram a veicular o caso como “a Netflix vai entrar no futebol”.

De fato, a parceria existe. Ambas as empresas firmaram o acordo e a reportagem do periódico francês menciona isso em detalhes. Os valores de assinatura dos termos evidentemente não foram divulgados, mas a conversa sobre “transmitir jogos” é que tomou um rumo exagerado.

Não foi desta vez: o "menino Ney", atacante do Paris Saint German, não terá seus jogos exibidos pela Netflix nem no Brasil, nem em qualquer outro país (Imagem: Reprodução/Goal.com)
Não foi desta vez: o "menino Ney", atacante do Paris Saint German, não terá seus jogos exibidos pela Netflix nem no Brasil, nem em qualquer outro país (Imagem: Reprodução/Goal.com)

O que aconteceu de fato: a Netflix e a Mediapro firmaram uma parceria comercial, direcionada a amealhar assinantes para um terceiro serviço, que ainda está a ser lançado no mercado francês. Chamada de “Telefoot”, esta sim será uma plataforma de transmissão de jogos do torneio francês, que serve como porta de entrada para a ilustríssima Liga dos Campeões da UEFA. Mas ela sequer terá streaming: essencialmente, o Telefoot será um novo canal televisivo.

A grosso modo, a parceria comercial fará com que pacotes do Telefoot tragam um “benefício casado” ao entregar, além dos serviços esportivos esperados, acesso à Netflix. Pelo valor estimado de € 30 mensais (R$ 185,28, na cotação atualizada), a base inicial do Telefoot contará também com um plano da Netflix (não foi esclarecido “qual” plano).

Para fins de comparação, sabe aqueles planos da operadora fluminense TIM, em que junto da assinatura pós-paga vem um ano de acesso à plataforma de streaming musical Deezer como extra? Mesma coisa, diferentes meios.

Segundo estima o L’Équipe, o Telefoot deve ser lançado com uma audiência inicial de 3,5 milhões de usuários. Assinantes ainda ganharão acesso aos três principais campeonatos futebolísticos da Europa: a UEFA Conference League, a Liga Europa e, finalmente, A Liga dos Campeões da UEFA, na França. O acordo entre as duas empresas é válido exclusivamente no país até 2024.

No Brasil, como diz o jargão esportivo, “segue o jogo normal”: o Campeonato Francês vem sendo exibido pela plataforma de streaming esportivo DAZN, além do canal fechado TV5Monde (alguns jogos muito específicos da Copa da França e Liga Francesa, outros torneios), disponível em algumas das concessionárias de TV por assinatura no Brasil.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: