Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.232,74
    +1.308,56 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.563,98
    +984,08 (+1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    114,63
    +0,43 (+0,38%)
     
  • OURO

    1.822,80
    +8,80 (+0,49%)
     
  • BTC-USD

    29.905,42
    -987,04 (-3,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    669,64
    +426,96 (+175,93%)
     
  • S&P500

    4.008,01
    -15,88 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    32.223,42
    +26,76 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.464,80
    +46,65 (+0,63%)
     
  • HANG SENG

    19.950,21
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    26.552,61
    +5,56 (+0,02%)
     
  • NASDAQ

    12.292,50
    +47,75 (+0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2632
    -0,0173 (-0,33%)
     

Musk suspende 'temporariamente' acordo para compra do Twitter e ações derretem

Por Nivedita Balu

BENGALURU, Índia (Reuters) - Elon Musk suspendeu "temporariamente" nesta sexta-feira seu acordo de 44 bilhões de dólares para a aquisição do Twitter, enquanto aguarda dados sobre a proporção de contas falsas na rede social.

A medida fez com que as ações do Twitter desabassem 17,7%, para 37,10 dólares, nas negociações de pré-mercado, o nível mais baixo desde que Musk divulgou a compra de fatia na empresa no início de abril.

Enquanto isso, as ações da Tesla subiram cerca de 5%. Musk, que é presidente-executivo da fabricante de automóveis elétricos, usou os papéis da companhia como garantia em financiamentos de 6,25 bilhões de dólares para a compra do Twitter.

"O acordo com Twitter está temporariamente suspenso, pendente de detalhes que apoiem o cálculo de que contas falsas/spam de fato representam menos de 5% dos usuários", disse Musk a seus mais de 92 milhões de seguidores no Twitter nesta sexta-feira.

No tuíte, Musk fez referência a uma matéria da Reuters de 2 de maio sobre estimativa do Twitter de que as contas falsas ou de spam representaram menos de 5% dos usuários ativos diários monetizáveis ​​durante o primeiro trimestre.

"Essa métrica de 5% já está disponível há algum tempo. Ele claramente já a teria visto... Portanto, pode ser mais parte da estratégia de reduzir o preço", disse Susannah Streeter, analista da Hargreaves Lansdown.

A probabilidade implícita de fechamento do negócio no preço acordado de 54,20 dólares por ação caiu abaixo de 50% pela primeira vez na terça-feira, quando os papéis do Twitter recuaram abaixo de 46,75 dólares.

Musk, o homem mais rico do mundo e que se autoproclama um absolutista da liberdade de expressão, disse que uma de suas prioridades seria remover os "bots de spam" da plataforma.

O Twitter não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. Os representantes de Musk ou a Tesla não estavam imediatamente disponíveis para comentar.

Musk tem criticado a política de moderação do Twitter. O bilionário quer que o algoritmo da rede social priorize os tuítes públicos e foi contra o excesso de poder na plataforma para empresas anunciantes.

A rede social afirmou que enfrenta vários riscos até que o acordo com Musk seja fechado, incluindo da manutenção de anunciantes em meio a "possível incerteza em relação a planos e estratégias futuras".

Musk terá que pagar uma taxa de rescisão de 1 bilhão de dólares se desistir do acordo.

(Por Nivedita Balu)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos