Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.829,73
    -891,85 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.335,51
    -713,54 (-1,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,54
    +0,40 (+0,52%)
     
  • OURO

    1.888,20
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    23.328,52
    +514,99 (+2,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    538,75
    +12,80 (+2,43%)
     
  • S&P500

    4.164,00
    +52,92 (+1,29%)
     
  • DOW JONES

    34.156,69
    +265,67 (+0,78%)
     
  • FTSE

    7.864,71
    +28,00 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    21.298,70
    +76,54 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    27.480,51
    -204,96 (-0,74%)
     
  • NASDAQ

    12.759,25
    -17,50 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5790
    +0,0019 (+0,03%)
     

Musk revela datas de lançamento de três recursos inéditos do Twitter

Elon Musk revelou datas de lançamento e mais novidades sobre alguns recursos que chegarão ao Twitter em breve. Segundo o CEO da rede social, uma imensa renovação da interface de usuário deve ser implementada para otimizar a experiência na plataforma.

A alternância entre os feeds cronológico e recomendado é a primeira reformulação, prevista para ser lançada ainda nesta semana. Bastará deslizar o dedo enquanto navega na interface principal dos tuítes para trocar o modo de exibição, facilitando o acompanhamento das publicações nos dois estilos.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A segunda mudança é o botão de favoritar conteúdos. Essa opção existe há mais de uma década no Twitter, mas sempre ficou meio relegada ao segundo plano. Com a mudança, além de a opção ter mais visibilidade, o usuário poderá gerenciar suas marcações de favoritos. Essa adição deve chegar em algum momento da próxima semana.

No final da mensagem, o bilionário prometeu o lançamento dos tuítes mais longos no início de fevereiro. Ainda não está claro como tudo deve funcionar, mas Musk havia garantido até 4.000 caracteres em cada post, dando mais liberdade na criação de conteúdos e sem a necessidade de criar fios muito longos como ocorre hoje.

Há quem seja contra a medida, por entender que ela acaba com o preceito de tweet (piado, em português), abrindo espaço excessivo para textões. O Facebook hoje é uma rede social que oferece mais caracteres para produzir conteúdo, o que não tem sido suficiente para segurar o público.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Musk segue rumo ao Twitter 2.0

Todas essas mudanças são parte de algo maior que o bilionário CEO chama de Twitter 2.0. O objetivo de Musk é deixar a rede social mais diversificada, expandindo para mais áreas de atuação para rivalizar com ferramentas de chat e até comércio eletrônico.

A rede social já recebeu suporte a vídeos com até 60 minutos de duração. A plataforma também começou a testar a exibição de detalhes sobre quando uma conta é colocada em "shadowban", ou seja, quando o alcance é drasticamente reduzido por cometer alguma infração.

A grande dificuldade parece ser lidar com o próprio jeitão de Elon, que toma decisões erradas na mesma proporção que desfaz recursos implementados. Um exemplo foi a liberação do selo azul de verificação para assinantes do Twitter Blue, o que causou uma onda de perfis fakes e obrigou os desenvolvedores a criar marcas específicas para diferenciar empresas, governos, influenciadores e pagantes.

O Twitter 2.0 deve receber ainda suporte a criptografia de ponta a ponta nas mensagens diretas e suporte para chamadas de áudio e vídeo. Se conseguir concretizar essa medida, talvez a sua rede social possa brigar com o WhatsApp e o Telegram ao nível global. A linha de chegada de Elon Musk é o conceito do aplicativo X, um superapp que poderia inaugurar esse conceito amplo no Ocidente.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: