Mercado fechará em 1 h 47 min
  • BOVESPA

    112.229,29
    +339,41 (+0,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.256,92
    +113,92 (+0,22%)
     
  • PETROLEO CRU

    114,91
    +0,82 (+0,72%)
     
  • OURO

    1.857,20
    +3,30 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    28.466,80
    -1.068,32 (-3,62%)
     
  • CMC Crypto 200

    618,02
    -11,48 (-1,82%)
     
  • S&P500

    4.128,78
    +70,94 (+1,75%)
     
  • DOW JONES

    32.988,58
    +351,39 (+1,08%)
     
  • FTSE

    7.585,46
    +20,54 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    20.697,36
    +581,16 (+2,89%)
     
  • NIKKEI

    26.781,68
    +176,84 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.584,75
    +305,50 (+2,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0839
    -0,0341 (-0,67%)
     

Musk reduz riscos com novos investidores para compra do Twitter

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Bloomberg) -- Elon Musk pode ser a pessoa mais rica do mundo, mas isso não significa que ele queira colocar sua enorme fortuna em risco para comprar o Twitter.

O cofundador da Tesla reestruturou sua complexa oferta pela gigante da mídia social e obteve US$ 7,1 bilhões em compromissos de capital de investidores. Ele também cortou pela metade o valor de um empréstimo com margem recorde feito no mês passado com uma série de bancos de investimento.

Como resultado, Musk está significativamente menos exposto a qualquer potencial volatilidade do mercado. Antes, ele precisava que a Tesla permanecesse acima de US$ 837 por ação para que tivesse US$ 62,5 bilhões para garantir o empréstimo de margem de US$ 12,5 bilhões.

Agora, a Tesla precisa negociar acima de US$ 419 para que suas ações sejam suficientes para garantir um empréstimo menor, de US$ 6,25 bilhões.

A mudança no financiamento reforçou o otimismo de que Musk pode concluir a compra do Twitter, por US$ 44 bilhões.

“Pobre”

Musk vale US$ 267,7 bilhões, de acordo com o Índice de Bilionários Bloomberg, mas grande parte dessa fortuna é ilíquida e ele, em algumas ocasiões, lamentou ser “pobre em dinheiro”.

Musk conseguiu novos compromissos com investidores, incluindo Larry Ellison, Sequoia Capital e Qatar. O príncipe saudita Alwaleed bin Talal se comprometeu a manter US$ 1,9 bilhão em ações do Twitter. Musk também está tentando convencer o fundador do Twitter Jack Dorsey fazer o mesmo com sua participação.

Ele pode continuar buscando investidores adicionais para fechar qualquer possível lacuna de financiamento.

Um benefício imediato: comprar o Twitter agora pode ser significativamente mais barato para ele. O empréstimo de margem original deveria custar a Musk cerca de US$ 500 milhões por ano, dependendo das taxas de juros. Esse número agora cai para cerca de US$ 250 milhões.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos