Mercado fechará em 29 mins
  • BOVESPA

    110.579,86
    -3.003,15 (-2,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.972,44
    -626,09 (-1,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,03
    -0,42 (-0,56%)
     
  • OURO

    1.733,40
    -18,60 (-1,06%)
     
  • BTC-USD

    41.683,41
    -1.454,95 (-3,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.027,54
    -29,60 (-2,80%)
     
  • S&P500

    4.365,78
    -77,33 (-1,74%)
     
  • DOW JONES

    34.381,24
    -488,13 (-1,40%)
     
  • FTSE

    7.028,10
    -35,30 (-0,50%)
     
  • HANG SENG

    24.500,39
    +291,61 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.183,96
    -56,10 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.861,50
    -333,25 (-2,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3432
    +0,0364 (+0,58%)
     

Musk mostra o complexo sistema do motor que será usado no Super Heavy

·2 minuto de leitura

Nesta última quinta-feira (29), o fundador da SpaceX, Elon Musk, ofereceu um vislumbre do interior do motor que será usado no mais novo lançador de sua empresa, o Super Heavy, que fará parte do sistema Starship. A imagem, compartilhada no Twitter de Musk, revela detalhes da complexa estrutura que está sendo montada nas instalações da empresa, ao sul do Texas — mas, segundo o empresário, esta é apenas a parte primária da estrutura.

Em sua publicação, Musk disse que o sistema de alimentação para os 29 motores para o impulsionador chegava ao seu ponto de conclusão. "E isso são apenas as linhas de combustível primárias! O labirinto de encanamento e fiação secundária é nossa maior preocupação", acrescentou.

O Super Heavy atuará como o primeiro estágio do novo sistema de transporte reutilizável da SpaceX, onde o foguete de 50 metros de altura, o Starship, será o estágio superior — destinado a levar pessoas e cargas para a Lua e além. Ambos utilizarão motores Raptor, o qual usa como combustível metano e oxigênio líquidos. O Super Heavy terá 30 motores, enquanto o Starship terá seis.

A SpaceX já realizou o primeiro teste com três destes motores, e o primeiro voo de teste orbital da dupla Super Heavy e Starship deve acontecer pelos próximos meses. Nesse lançamento, o sistema decolará acima do Golfo do México, a partir do Texas, a cerca de 32 km da costa de Boca Chica. Se tudo der certo, o estágio superior entrará em órbita e, em seguida, pousará no navio-plataforma da empresa.

A expectativa é de, após este primeiro teste, novos voos adicionais acontecerem em um ritmo cada vez mais acelerado, uma vez que a SpaceX pretende seguir com seu ambicioso cronograma para colocar a nave em operação até 2023 — se o desenvolvimento e os testes continuarem a apresentar bons resultados.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos