Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.073,55
    -1.356,99 (-1,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    55.018,91
    +454,64 (+0,83%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,70
    -2,17 (-2,75%)
     
  • OURO

    1.966,80
    +21,50 (+1,11%)
     
  • BTC-USD

    23.734,94
    +780,94 (+3,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    538,70
    +296,03 (+121,98%)
     
  • S&P500

    4.119,21
    +42,61 (+1,05%)
     
  • DOW JONES

    34.092,96
    +6,92 (+0,02%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    -10,59 (-0,14%)
     
  • HANG SENG

    22.072,18
    +229,85 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.505,25
    +353,25 (+2,91%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5544
    +0,0388 (+0,70%)
     

Musk leva 17 executivos de Tesla e SpaceX para trabalhar no Twitter

Musk leva 17 executivos seniores da Tesla e SpaceX para trabalha no Twitter (Foto: Jonathan Raa/NurPhoto via Getty Images)
Musk leva 17 executivos seniores da Tesla e SpaceX para trabalha no Twitter (Foto: Jonathan Raa/NurPhoto via Getty Images)
  • O CFO da SpaceX, Bret Johnsen, assim como o CIO da Tesla, Nagesh Saldi estariam entre eles;

  • Musk convocou cerca de 150 funcionários para o Twitter de seus vários outros empreendimentos;

  • O bilionário também está recrutando seus primos para trabalhar na rede social.

Pelo menos 17 executivos da Tesla, SpaceX e The Boring Company foram autorizados por Elon Musk a trabalhar no Twitter, conforme informou a rede de comunicação CNBC nesta quinta-feira (8). O CFO da SpaceX, Bret Johnsen, assim como o CIO da Tesla, Nagesh Saldi estariam entre eles, segundo a reportagem.

Acredita-se que eles estejam entre os cerca de 150 funcionários que Musk convocou para o Twitter de seus vários outros empreendimentos. O bilionário parece estar transformando a rede social em um bunker familiar, isso porque ele também está recrutando seus primos e alguns de seus fãs para trabalhar na empresa.

De acordo com fontes ouvidas pelo jornal Business Insider, seus primos James Musk e Andrew Musk – filhos do tio do bilionário por parte de pai – agora parecem ser funcionários do Twitter em tempo integral.

Desde que adquiriu o Twitter no final de outubro, Musk demitiu ou demitiu cerca de 70% da força de trabalho da empresa de 7.500 pessoas - incluindo altos executivos.

Pelo menos 11 executivos seniores da Tesla foram autorizados a trabalhar no Twitter, incluindo Silvio Brugada, diretor de engenharia de software, e RJ Sekator, gerente de projeto do piloto automático, informou a CNBC. Musk também deu sinal verde para pelo menos três executivos seniores da SpaceX e mais três da The Boring Company para trabalhar no Twitter, disse a CNBC.

Em outubro, a CNBC informou que Musk estava trazendo 50 engenheiros da Tesla para trabalhar no Twitter, incluindo cinco líderes seniores. Em novembro, Musk disse a um tribunal de Delaware que os engenheiros da Tesla se ofereceram para trabalhar para o Twitter e revisar o código depois do expediente.