Mercado fechado
  • BOVESPA

    124.868,35
    -1.278,30 (-1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.250,99
    +10,48 (+0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,05
    +0,14 (+0,19%)
     
  • OURO

    1.801,60
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    32.280,12
    -99,54 (-0,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    780,89
    -12,84 (-1,62%)
     
  • S&P500

    4.411,81
    +44,33 (+1,02%)
     
  • DOW JONES

    35.061,69
    +238,34 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.111,00
    +182,50 (+1,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1346
    +0,0144 (+0,24%)
     

Musk flerta novamente com o Bitcoin na Tesla e preços das criptomoedas disparam

·2 minuto de leitura

Elon Musk, dono da companhia de veículos elétricos Tesla e da empresa de transportes espaciais SpaceX — e especulador de criptomoedas nas horas vagas —, novamente "causou" e mexeu com a cotação do Bitcoin, do Ethereum e Dogecoin. Ao falar em um debate com o chefe do Twitter, Jack Dorsey, na terça-feira (21), Musk disse que “provavelmente” aceitará o Bitcoin como pagamento novamente no futuro.

Com isso, o preço do Bitcoin saltou de US$ 29.789,90 na segunda (20) para US$ 32.135,10 na terça-feira – uma variação de 7,87% em um único dia. Isso marcou não só a primeira grande alta da criptomoeda nas últimas semanas, como também uma mudança de postura de Musk.

“A Tesla voltará a aceitar Bitcoin. Isso é o mais provável”, disse Musk no evento. A condição para isso, continuou, será quando as fontes de energia renovável atingirem patamar igual ou maior que 50% da mineração da criptomoeda. Esta é uma bandeira antiga do executivo, dono de uma companhia de carros elétricos, que impactam menos no ambiente.

Imagem: pvproductions/Freepik
Imagem: pvproductions/Freepik

O sul-africano também confirmou que ainda é um “apoiador” da moeda, e que ele e suas empresas Tesla e SpaceX ainda possuem Bitcoins. Mas desta vez não ficou só nela: também disse ser dono de outros ativos digitais e falou sobre suas vantagens.

"Pode haver algum mérito em combinar algo como Ethereum e Dogecoin", disse Musk. Essas duas criptomoedas também tiveram forte alta em um dia, de 11,6% e 11,78% respectivamente, após as declarações do bilionário.

Em maio, o Bitcoin caiu 30% em uma semana por causa de dois fatores: um tuíte de Musk sugerindo a venda de seus Bitcoins e uma proibição na China para que empresas financeiras forneçam serviços baseados no ativo. Além disso, no mesmo mês a Tesla decidiu parar de aceitar pagamentos na criptomoeda.

Depois, o empresário deixou mais claro seu ponto de vista, e o Bitcoin subiu de novo. Disse que a sua montadora de carros elétricos pode revisar a decisão, mas isso só deve acontecer quando o processo de mineração de criptomoedas provar que está usando energias limpas. Além disso, afirmou que a Tesla só vendeu cerca de 10% de seus investimentos com a moeda digital para garantir que a movimentação não impactaria no mercado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos