Mercado fechará em 3 h 32 min
  • BOVESPA

    117.002,35
    +867,89 (+0,75%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.880,23
    +450,48 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,65
    +3,02 (+3,61%)
     
  • OURO

    1.735,70
    +33,70 (+1,98%)
     
  • BTC-USD

    20.000,17
    +655,62 (+3,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,46
    +9,03 (+2,03%)
     
  • S&P500

    3.786,24
    +107,81 (+2,93%)
     
  • DOW JONES

    30.294,01
    +803,12 (+2,72%)
     
  • FTSE

    7.086,46
    +177,70 (+2,57%)
     
  • HANG SENG

    17.079,51
    -143,32 (-0,83%)
     
  • NIKKEI

    26.992,21
    +776,42 (+2,96%)
     
  • NASDAQ

    11.633,00
    +347,25 (+3,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1368
    +0,0629 (+1,24%)
     

Musk envia nova carta para cancelar aquisição do Twitter e cita denúncias

Nesta terça-feira (30), Elon Musk enviou uma nova carta para o Twitter solicitando o cancelamento da aquisição da plataforma pelo valor de US$ 44 bilhões (R$ 228,4 bilhões), sob a justificativa de que a empresa descumpriu o contrato em mais de cinco esferas. Os advogados de Musk visam anular compra sem que a multa de US$ 1 bilhão (R$ 5,2 bilhões) seja aplicada.

A afirmação de Musk sobre o descumprimento se baseia na denúncia do ex-chefe de segurança da rede social, Peiter Zatko, divulgada na semana passada. O hacker ético acusou os executivos do Twitter de mentirem dados sobre o real número de bots e contas spam na plataforma, além de não se esforçarem para combater brechas de segurança.

O ex-funcionário do Twitter também foi intimado pela equipe de Musk a testemunhar e entregar documentos como parte de seu processo judicial. Zatko irá responder a perguntas dos advogados do bilionário no dia 9 de setembro.

<a class="link " href="https://canaltech.com.br/celebridade/elon-musk/" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:Elon Musk">Elon Musk</a> anunciou o cancelamento da compra do Twitter em julho (Imagem: Reprodução/NBC News)
Elon Musk anunciou o cancelamento da compra do Twitter em julho (Imagem: Reprodução/NBC News)

A equipe de Musk ainda entrou com um pedido para adiar o julgamento, programado para começar dia 17 de outubro e com duração de cinco dias. Com a intenção de adicionar as informações obtidas por Zatko, o bilionário solicitou que o julgamento fosse transferido para 10 de novembro, de maneira que ambas as partes poderiam continuar apresentando seus casos até lá.

Segundo o time jurídico de Musk, estes foram os acordos contratuais descumpridos pelo Twitter:

  • Uma violação de um decreto de consentimento com a FTC;

  • Documentos registrados na SEC com declarações inverídicas;

  • Não revelação da conduta do CEO Parag Agrawal;

  • Processos envolvendo um denunciante;

  • Infrações de propriedade intelectual.

Queda das ações do Twitter

Após Musk publicar uma notificação sobre a segunda carta, que inclui as denúncias de Peiter Zatko, as ações do Twitter sofreram uma queda de 0,80% no período de pré-abertura. Enquanto isso, as ações da Tesla registravam uma alta de 2,5% após o anúncio.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: