Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.132,20 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,62 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -1,53 (-2,86%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -23,70 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    37.332,23
    +1.226,38 (+3,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +76,96 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,12 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -142,00 (-1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    -0,0485 (-0,75%)
     

O mullet está de volta e conquistou famosas: você usaria?

Natália Eiras
·2 minuto de leitura

Na terceira temporada de “Stranger Things”, o personagem Billy Hargrove (Dacre Montgomery) tem um corte de cabelo que é a cara dos anos 1980, década na qual o seriado se passa: o mullets. Por mais que seja caricato, no entanto, o visual tem deixado de fazer parte de uma caracterização e está se tornando uma tendência entre famosas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Miley Cyrus se apresentou no VMA 2020, premiação da MTV, ostentando o corte, enquanto Rihanna também apostou no look em vídeo de lançamento da linha Savage x Fenty. Barbie Ferreira, de “Euphoria”, mostrou, em seu Instagram, que também é adepta do visual.

Veja também

De acordo com o hairstylist Rapha Sartori, do @fresh.cutt , em São Paulo (SP), não se sabe exatamente como surgiu o mullet. “Há uma teoria de que apareceu com a necessidade de pescadores protegerem a nunca do sol. Fora isso, era um corte muito prático e muito usado nos anos 1980”, afirma. No Brasil, você deve se lembrar do Chitãozinho e Xororó com o visual no começo de carreira. “Influenciados pelo glamrock, a galera alternativa começou também a usa o look, mas, com o tempo, ele caiu no ostracismo e se tornou algo ´brega´”

O mullet, no entanto, nunca deixou de ser usado. “As pessoas do interior dos EUA ainda gostavam dele, mas não era algo considerado bonito”, fala Sartori. As coisas mudaram quando o corte ganhou novas versões e interpretações.

Segundo o hairstylist, o que difere o mullet dos anos 1980 do dos anos 2020 é o acabamento e a rigidez do corte. “O mais clássico era mais marcado, com a parte comprida mais reta. Hoje, ele está mais desfiado, mais leve, tem camadas e diversas variações”, diz o especialista.

“Você pode usá-lo com costeletas, raspado nas laterais, só na tesoura ou um mullet argentino, que é todo mais baixinho, batidinho e um pouco mais comprido atrás. Tem com franja curta ou longa, com topo da cabeça mais curto.” São muitas possibilidades que vão além do corte de Chitãozinho.

E o jogo também muda na hora de finalizar e estilizar o corte. “Vai depender da estrutura do seu fio, mas, por exemplo, um mullet cacheado pode ser finalizado com ativador de cachos, enquanto, no muito liso e bem desfiado, pode ser usada uma pomada ou uma cera para evidenciar as camadas”, continua Sartori.

O cabeleireiro garante que há várias de formas de brincar com o corte, seja você homem ou mulher. “Assim como tudo na moda e na beleza, as tendências vêm e volta e sempre com algo legal de novo”.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube