Mercado fechado
  • BOVESPA

    104.466,24
    +3.691,67 (+3,66%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.927,38
    +920,22 (+1,84%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,37
    +1,80 (+2,75%)
     
  • OURO

    1.767,90
    -13,70 (-0,77%)
     
  • BTC-USD

    56.778,48
    -146,41 (-0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.450,10
    +11,22 (+0,78%)
     
  • S&P500

    4.577,10
    +64,06 (+1,42%)
     
  • DOW JONES

    34.639,79
    +617,75 (+1,82%)
     
  • FTSE

    7.129,21
    -39,47 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    16.016,50
    +146,75 (+0,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3802
    -0,0666 (-1,03%)
     

Mulheres se destacam em fazenda de energia solar

·2 min de leitura
A general view of a 1-megawatt grid-connected solar photovoltaic (PV) project is seen as Pakistan's presidency is recognized as the world's first presidential secretariat running on clean energy, in Islamabad, Pakistan October 27, 2021. Picture taken October 27, 2021. REUTERS/Saiyna Bashir
(Foto: Reuters)

As discussões da COP26 sobre mudanças climáticas, fim do uso de combustíveis fósseis e o incentivo à energia verde trouxeram a questão ambiental ainda mais para o centro do noticiário. Muitas empresas já tentam implementar projetos que visam a melhora ambiental para as gerações futuras.

Pensando na retomada da economia, em formas de gerar energias mais limpas e dar oportunidades, a Órigo Energia criou o projeto Mulheres de Origem. O objetivo da empresa é incentivar o trabalho feminino na construção das fazendas solares na região de Papagaios, em Minas Gerais, onde a empresa tem duas fazendas solares com capacidade de 2,5 MW.

Hoje, mais de 50% dos colaboradores da Órigo Energia são mulheres, sendo 46% dos cargos de liderança.

A medida já vem melhorando a vida das mulheres da região, conectando-as a questões como a inclusão na sociedade economicamente ativa e gerando também perspectivas para essa população. 

Esse movimento da companhia é importante pois acontece num momento em que o PIB brasileira passa por um momento difícil. Analistas já preveem até uma recessão em 2022. 

Falando no mercado de trabalho, somente em 2021, foram firmados 3.087.490 acordos para redução de salário ou suspensão de contrato com o objetivo de manter o emprego durante a pandemia; desse total, 53,67% correspondem a mulheres.

“O foco do projeto é oferecer mais do que uma vaga de trabalho. As mulheres que fazem parte da iniciativa estão se reinventando e aprendendo uma função que nunca imaginariam exercer, já que até então a construção de plantas de energia solar era caracterizada por equipes, quase em sua maioria, masculina”, detalha Tatiana Fischer, que responde como CMO (Chief Marketing Officer) da empresa.

Oportunidades para as mulheres nas fazendas da Órigo

A geração de postos de trabalhos diretos para a construção das duas plantas foi de 64 vagas, sendo 26 delas ocupadas por mulheres, todas em regime CLT. Algumas das estoras da obra, sob os cargos de site manager e coordenadora de equipe, também são mulheres e, muitas delas, são responsáveis pela renda familiar. “É uma equipe bastante diversa, que inclui muitas mães solo e vários casos de mulheres que estão em seu primeiro emprego sob o regime CLT, para o qual tiveram de emitir a carteira de trabalho”, afirma Tatiana.

E com essa diversidade na construção da fazenda solar, há ganhos também para a empresa. “Mesmo para algumas mulheres sendo o primeiro trabalho ou uma profissão com a qual não estavam acostumadas, notou-se um trabalho extremamente eficiente, detalhista, obras mais limpas e organizadas. Os gestores de times também relataram que o processo foi muito eficiente”, conta Tatiana, que figura entre as executivas líderes da companhia, atuando como CMO (Chief Marketing Officer).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos