Mercado fechará em 6 h 31 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,68
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.779,20
    -5,10 (-0,29%)
     
  • BTC-USD

    56.326,70
    -963,29 (-1,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.438,70
    -30,38 (-2,07%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.105,58
    -63,10 (-0,88%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.856,00
    -13,75 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4213
    -0,0255 (-0,40%)
     

Mulheres executivas são melhores para o planeta, diz BIS

·1 min de leitura

(Bloomberg) -- Empresas com mais mulheres em cargos de gestão de nível médio emitem menos carbono do que companhias dominadas por homens, segundo pesquisa publicada pelo Banco de Compensações Internacionais, ou BIS.

Most Read from Bloomberg

O estudo sugere um benefício ao contratar mulheres e melhorar a diversidade de gênero da equipe, não apenas no nível da diretoria, mas em toda a empresa.

A análise de 2 mil empresas de capital aberto em 24 economias avançadas de 2009 a 2019 mostrou que um aumento de 1 ponto percentual na proporção de mulheres gerentes esteve associado a uma redução de 0,5% nas emissões de carbono.

“Esse efeito é robusto ao controlar diferenças institucionais devido à cultura e religião”, disseram os pesquisadores Yener Altunbas, Leonardo Gambacorta, Alessio Reghezza e Giulio Velliscig. O BIS, com sede na Suíça, é uma instituição que supervisiona bancos centrais.

Pesquisas anteriores sobre a correlação entre mulheres nos conselhos de administração e as emissões de carbono produziram “descobertas conflitantes”, disseram os autores. Eles olharam abaixo do nível do conselho, para a estrutura de gestão.

Nesse nível, descobriram que “as gerentes são mais inclinadas à proteção ambiental do que seus colegas do sexo masculino”. Os gerentes são tão importantes para a abordagem climática de uma empresa quanto o conselho, uma vez que precisam “selecionar uma estratégia adequada para atingir os objetivos”.

Para explicar os resultados, citaram outros artigos acadêmicos segundo os quais as mulheres são “mais propensas a considerar o bem-estar geral da sociedade sem focar estritamente nos interesses dos acionistas”.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos