Mercado fechado

Mulher tira dois dias de folga pela própria saúde mental e resposta de CEO viraliza

SÃO PAULO – Gerou debates e comoção nos últimos dias a resposta do presidente de uma companhia ao recado de uma funcionária que resolveu tirar dois dias de folga para se concentrar na própria saúde mental.Com depressão crônica e ansiedade, a programadora Madalyn Parker enviou um e-mail avisando de sua ausência e recebeu uma resposta do CEO em pessoa, agradecendo a atitude. Na mensagem original, que posteriormente publicou nas redes sociais, a funcionária dizia: "Oi, gente. Vou tirar hoje e amanhã para me concentrar na minha saúde mental. Espero voltar na semana que vem renovada e 100%. Obrigada!"Bem Congleton, CEO da Olark, onde se deu o caso, respondeu, sem copiar as outras pessoas no e-mail: “oi Madalyn, eu só queria agradece-la pessoalmente por enviar e-mails como este. Todas as vezes que você o faz, eu uso como uma lembrança da importância de usar dias de licença para a saúde mental – eu não acredito que isso não seja prática padrão em todas as empresas”.No Twitter da funcionária, onde uma captura de tela com as mensagens foi publicada pela primeira vez, a postagem teve mais de 43 mil curtidas e de 15 mil retweets. Cerca de 500 respostas ao tuíte geraram um debate, inclusive sobre a diferença entre férias e licença médica pela saúde mental.Depois disso, Madalyn ainda escreveu um texto no Medium a respeito do caso. “Não consigo acreditar que ainda é controverso falar sobre saúde mental no trabalho quando um em cada seis americanos toma remédio para a saúde mental”, comentou.