Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.548,46
    -35,73 (-0,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Mulher perde o olho após contrair ameba ao tomar banho com lente de contato

No Reino Unido, uma mulher esqueceu de tirar as lentes de contatos antes do banho e acabou contraindo um parasita persistente e minúsculo, que veio através da água do chuveiro. Devido ao gesto impensado, a paciente criou o ambiente perfeito para o desenvolvimento da ameba, o que provocou a perda do olho esquerdo.

A infecção da ameba no olho da paciente Marie Mason, de 54 anos, foi diagnosticada pela primeira vez em 2015. Para tentar consertar os danos à visão, ela passou três transplantes de córnea, mas os procedimentos não geraram a resposta esperada. Em 2020, o olho esquerdo foi removido e, hoje, há uma prótese ocular no lugar.

Para Mason, complicações deste tipo eram impensáveis na época em que foi diagnosticada com a ameba. Inclusive, a mulher atua para que advertências mais diretas sejam incluídas na embalagem de lentes de contato, o que poderá evitar novos casos iguais ao seu.

É importante destacar que pessoas devem tomar bastante cuidado na hora da higienização deste tipo de produto. Para além da questão do banho, um recente estudo observou que o risco de contrair uma infecção ocular rara aumenta quase quatro vezes se você usar lentes reutilizáveis.

Quais foram os sintomas da infecção?

Mulher perde o olho esquerdo após contrair ameba durante banho com lentes de contato (Imagem: Rawpixel/Freepik)
Mulher perde o olho esquerdo após contrair ameba durante banho com lentes de contato (Imagem: Rawpixel/Freepik)

Após a ameba se instalar entre o olho e a lente de contato, Mason relatava uma sensação estranha que não passava. "Comecei a sentir como se tivesse um corpo estranho no meu olho, como um pouco de areia. Quando você esfrega, normalmente desaparece, mas não [acontecei no meu caso]", explica a paciente para a BBC.

Quando buscou ajuda médica, os especialistas a diagnosticaram com ceratite amebiana, provocada por amebas de vida livre, como as espécies de Acanthamoeba. Neste momento, foi iniciada a sua saga por um tratamento capaz de recuperar a visão do olho esquerdo.

A paciente relata que usou diferentes tipos de medicamentos e colírios. Além disso, passou por três transplantes de córnea até que a equipe médica optou por remover o olho contaminado pela ameba.

Qual é a infecção que fez a mulher perder o olho?

Vale explicar que a ceratite amebiana é uma infecção rara dos olhos, que afeta a córnea. Isso quer dizer que o parasita se prolifera naquela camada transparente na frente da íris e da pupila do olho. Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, a infecção pode afetar qualquer pessoa, mas o risco é maior para indivíduos que usam lente de contato.

Em especial, o CDC alerta para aquelas pessoas que entram no chuveiro com as lentes de contato ou que limpam suas lentes na água da torneira. Isso porque a ameba pode chegar através da água corrente. Nestes casos, a infecção é acidental, já que este tipo de ameba é um organismo de vida livre e não depende de hospedeiros para sobreviver.

"Temos cerca de 150 a 200 casos no Reino Unido a cada ano. Poucas pessoas realmente perdem os olhos [devido ao parasita], mas cerca de metade destes casos sofrerá uma perda substancial de visão", afirma o pesquisador John Dart, do Instituto de Oftalmologia da UCL, na Inglaterra.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: