Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.406,59
    +474,77 (+1,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

Mulher é detida após xingar Bolsonaro durante viagem a Resende

·1 min de leitura

RIO — Uma mulher foi detida após xingar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante uma visita do mandatário à cidade de Resende, no estado do Rio. Os ataques verbais aconteceram no momento em que Bolsonaro estava com sua comitiva às margens da Rodovia Presidente Dutra, próximo à Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), onde participaria de uma cerimônia na manhã de sábado.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a mulher, de cerca de 30 anos, passou de carro próximo a Bolsonaro e proferiu xingamentos e palavras de baixo calão a ele. Logo em seguida, ela foi detida por agentes da corporação pelo crime de injúria contra o presidente. As policiais, então, a levaram para a delegacia da Polícia Federal de Volta Redonda.

Segundo a PF, foi lavrado um termo circunstanciado por injúria, e a mulher foi liberada após assumir compromisso de comparecer em juízo, como prevê a lei. A pena por esse tipo de crime é de reclusão de três anos e multa, mas pode ser aumentada em um terço se for cometido contra o presidente da República.

A caso aconteceu por volta das 9h30 de sábado, enquanto Bolsonaro seguia para a Aman. Para passar com sua comitiva, parte da Rodovia Presidente Dutra e da Avenida Duque de Caxias foi interditada, o que causou um engarrafamento e gerou revolta entre alguns motoristas.

Bolsonaro participou na manhã deste sábado da formatura de aspirantes a oficial na Aman. Ele estava acompanhando do vice-presidente, Hamilton Mourão, e dos ministros Walter Braga Netto, da Defesa, e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria-Geral da Presidência. Os deputados federais Helio Lopes (PSL-RJ) e Major Vitor Hugo (PSL-GO), assim como o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, também estavam presentes na cerimônia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos