Mercado fechará em 35 mins
  • BOVESPA

    110.375,55
    -3.207,46 (-2,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.999,82
    -598,71 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    75,05
    -0,40 (-0,53%)
     
  • OURO

    1.733,40
    -18,60 (-1,06%)
     
  • BTC-USD

    41.671,49
    -1.434,37 (-3,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.027,44
    -29,71 (-2,81%)
     
  • S&P500

    4.368,86
    -74,25 (-1,67%)
     
  • DOW JONES

    34.409,02
    -460,35 (-1,32%)
     
  • FTSE

    7.028,10
    -35,30 (-0,50%)
     
  • HANG SENG

    24.500,39
    +291,61 (+1,20%)
     
  • NIKKEI

    30.183,96
    -56,10 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.855,00
    -339,75 (-2,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3398
    +0,0330 (+0,52%)
     

Mudanças no departamento de futebol viram pauta no Inter

·1 minuto de leitura


A sequência de resultados ruins tanto recente como no acumulado da temporada podem ter consequências mais profundas na estrutura administrativa do Internacional de acordo com informação publicada pelo portal 'ge'.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

As funções exercidas pelo vice-presidente de futebol, João Patrício Herrmann, e do executivo de futebol, Paulo Bracks, tem sido amplamente questionadas não apenas em protestos da torcida, mas também pelas duas alas políticas do Colorado referentes a situação e oposição.

No caso de Herrmann, que tem ligação histórica com o clube sendo filho do ex-presidente campeão do Brasileirão de 1975, Eraldo Herrmann, sua postura mais firme e de posicionamento marcante não tem agradado no sentido de promover maior diálogo.

Com isso, aliado a forte turbulência dentro das quatro linhas, sua gestão patrece estar ameaçada onde outros integrantes da alta cúpula estudam qual seria a melhor estratégia de atitude: convencer o próprio dirigente a abdicar do cargo (ago considerado pouco provável pela personalidade de João Patrício) ou encontrar uma maneira de afastá-lo da função via Conselho de Gestão.

Por sua vez, a principal reclamação direcionada a Paulo Bracks se dá por conta do ritmo menos acelerado para acertar contratações que possam dar mais alternativas ao técnico Diego Aguirre.

Todavia, em seu caso específico, ele é visto como sendo afetado pela postura mais conservadora de dirigentes acima de sua alçada, algo que diminui suas chances de deixar o cargo após oito meses de trabalho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos