Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.557,67
    +698,80 (+0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.918,28
    +312,72 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,76
    +2,27 (+3,27%)
     
  • OURO

    1.784,90
    +5,40 (+0,30%)
     
  • BTC-USD

    50.596,05
    +390,69 (+0,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.308,39
    -12,89 (-0,98%)
     
  • S&P500

    4.686,75
    +95,08 (+2,07%)
     
  • DOW JONES

    35.719,43
    +492,40 (+1,40%)
     
  • FTSE

    7.339,90
    +107,62 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.367,25
    +524,50 (+3,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3398
    -0,0838 (-1,30%)
     

Mudanças climáticas deixarão dezenas de milhões desabrigados no leste da África até 2050, diz Banco Mundial

·1 min de leitura
Hafez Ghanem, vice-presidente do Banco Mundial

NAIRÓBI (Reuters) - As mudanças climáticas forçaram dezenas de milhões de pessoas no leste da África a abandonar suas casas nas próximas três décadas, mesmo se houver medidas para reduzir o impacto na região, afirmou o Banco Mundial nesta quarta-feira.

Entre as pessoas afetadas, estarão agricultores atingidos pela seca em busca de novas terras aráveis ou diferentes trabalhos em áreas urbanas, e outros movidos pela necessidade de encontrar água limpa, afirmou o Banco Mundial em um relatório emitido quatro dias antes do início da cúpula do clima da ONU, COP26, em Glasgow.

As cinco nações do leste da África --Quênia, Ruanda, Tanzânia, Uganda e Burundi-- têm sofrido cada vez mais eventos de clima extremo nos últimos anos.

“Sem ações amplas e urgentes... até 38,5 milhões de pessoas podem ser deslocadas internamente, como consequência das mudanças climáticas, até 2050”, disse Hafez Ghanem, vice-presidente do Banco Mundial para a região.

Medidas concretas para reduzir as emissões de gases do efeito estufa e financiar projetos de mudanças climáticas e adaptação podem cortar a projeção de desabrigados, mas apenas em 30%, afirmou o relatório do banco.

O banco prometeu garantir 35% do seu financiamento ao longo dos próximos cinco anos para projetos que ajudarão a enfrentar a ameaça das mudanças climáticas, disse Ghanem.

(Reportagem de Duncan Miriri)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos