Mercado abrirá em 8 h 46 min

Mudança verde da UE depende de investimentos gigantescos na rede elétrica, diz documento

Bandeiras da União Europeia do lado de fora da sede da Comissão Europeia em Bruxelas

Por Kate Abnett

BRUXELAS (Reuters) - Serão necessários investimentos de mais de meio trilhão de euros para modernizar a rede de energia da Europa nesta década se os países quiserem aumentar a energia das fontes eólica e solar para se libertar do gás russo, mostrou um documento preliminar da União Europeia.

A Comissão Europeia deve publicar na próxima semana um plano para "digitalizar" o sistema de energia da Europa, além de estabelecer novas medidas de emergência para domar os preços altíssimos do gás e ajudar as empresas de energia.

O esboço do plano, visto pela Reuters, disse que são necessários investimentos de 584 bilhões de euros na rede elétrica até 2030, a fim de apoiar a rápida adoção planejada de veículos elétricos, energia renovável e bombas de calor, e deixar de lado os combustíveis fósseis.

Desse total, cerca de 400 bilhões de euros seriam direcionados à rede de distribuição. Cerca de 170 bilhões se concentrariam na modernização do sistema, incluindo as chamadas "redes inteligentes" que respondem rapidamente às flutuações locais de oferta e demanda, ajudando a desperdiçar menos energia e se beneficiar de períodos mais baratos.

"Reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 55% e alcançar uma parcela de 45% de energias renováveis ​​em 2030 só pode acontecer se o sistema de energia estiver pronto para isso", disse o esboço, referindo-se às metas climáticas da União Europeia.

Para atingir suas metas verdes e abandonar os combustíveis fósseis russos dentro de alguns anos, a União Europeia precisará de 30 milhões de veículos com emissão zero nas estradas até 2030, além de painéis solares em todas as novas casas até 2029, disse o documento preliminar.

Investimentos em atualizações de rede e tecnologias de energia digital tornariam o sistema mais flexível e o adaptariam a uma parcela maior de energia renovável --permitindo que os consumidores canalizem energia excedente de painéis solares de volta ao mercado ou usem eletricidade armazenada em seu carro elétrico para alimentar suas casas.

(Por Kate Abnett)