Mercado abrirá em 9 h 12 min
  • BOVESPA

    117.560,83
    +362,83 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,88 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,35
    -0,10 (-0,11%)
     
  • OURO

    1.718,10
    -2,70 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    20.012,98
    -354,85 (-1,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,28
    -7,85 (-1,69%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,93 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    17.805,07
    -207,08 (-1,15%)
     
  • NIKKEI

    27.149,76
    -161,54 (-0,59%)
     
  • NASDAQ

    11.522,75
    -19,00 (-0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1020
    -0,0115 (-0,22%)
     

MST passa a vender arroz orgânico com desconto após fala de Lula no JN

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) decidiu oferecer descontos na venda de arroz orgânico após o produto ser citado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante sua entrevista ao Jornal Nacional, na noite de quinta-feira (25).

O Armazém do Campo, que vende produtos oriundos de assentamentos e de acampamentos do movimento, comercializa dez tipos de arroz orgânico, indo do comum ao cateto vermelho.

Nesta sexta-feira (26), todos eles serão ofertados em rede nacional com pelo menos 13% de desconto. Em algumas lojas, como a de Belo Horizonte e a de São Paulo, a redução no preço poderá chegar a 20%. O benefício também será disponibilizado para aqueles que optarem por fazer a compra online.

A promoção está sendo chamada internamente como "sextou com Lula". "A nossa produção é voltada para alimentar o povo com comida de qualidade e a preço justo", destaca o coordenador da rede Armazém do Campo, Ademar Ludwig.

Ao ser questionado sobre o MST no Jornal Nacional, Lula defendeu o movimento social, disse que ele está fazendo um papel "extraordinário" na produção de alimentos e que "aquele MST de 30 anos atrás não existe mais". "O MST é o maior produtor de arroz orgânico do Brasil", afirmou o ex-presidente.