Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.865,90
    -50,40 (-2,63%)
     
  • BTC-USD

    23.292,71
    -258,57 (-1,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

MRV tem queima de caixa de R$540 mi no 4º tri, prevê reversão em 2023

Por Aluisio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - A MRV teve uma queima de caixa de 539,5 milhões de reais no quarto trimestre, uma vez que a construtora ainda não conseguiu repassar integralmente para clientes a forte alta nos custos de insumos acumulada nos últimos dois anos.

O consumo de caixa de outubro a dezembro foi inferior aos 1,22 bilhão de reais registrados no terceiro trimestre, período em que teve menores volumes de vendas. A expectativa da empresa é de gerar caixa a partir do segundo semestre de 2023.

A companhia afirmou nesta quarta-feira, em seus números operacionais, que suas vendas totais (VGV) nos últimos três meses de 2022 somaram 2,06 bilhões de reais, queda de 14,2% no comparativo anual, mas aumento de 40,8% na base sequencial.

Segundo o gestor de relações com investidores da MRV, Augusto Andrade, o valor médio dos apartamentos da MRV no quarto trimestre subiu 22,7% ano a ano

"Isso ajudou a companhia na estratégia de recompor margem bruta", disse o executivo. Segundo ele, após ter chegado a cair a 19% nos últimos trimestres, esse índice nas vendas no Brasil está perto de 28% nas vendas mais recentes, reaproximando-se dos 32% entendidos pela MRV como um nível satisfatório.

Para o executivo, os sinais do governo Lula de reativar incentivos para a faixa 1 do programa de habitação popular Minha Casa Minha Vida deve ter pouco impacto para a MRV, dado que a companhia atualmente só opera com imóveis voltados para famílias cuja renda se enquadra em faixas superiores.

"Mas mudanças aprovadas no ano passado, como a atualização do teto do valor financiável, são positivas", disse ele. "Então, temos chance ainda de repassar algum aumento de preços."

No quarto trimestre, os lançamentos da MRV totalizaram 3,48 bilhões de reais, 7,3% a mais na comparação anual, e um salto de 92,8% sobre o trimestre imediatamente anterior.

A empresa produziu 35,5 mil unidades em 2022, queda de 12% sobre o ano anterior. Mas a meta é de voltar à casa das 40 mil unidades lançadas neste ano.

As ações de construtoras mostraram um desempenho robusto na bolsa paulista nesta quarta-feira, em meio a prévias operacionais quarto trimestre de algumas companhias e alívio na curva futura de juros.

(Edição Alberto Alerigi Jr.)