Mercado fechará em 2 h 39 min
  • BOVESPA

    108.249,81
    +1.582,16 (+1,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.866,46
    -365,74 (-0,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,14
    +1,71 (+2,00%)
     
  • OURO

    1.840,40
    +28,00 (+1,54%)
     
  • BTC-USD

    41.824,94
    +229,71 (+0,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    991,96
    -2,79 (-0,28%)
     
  • S&P500

    4.565,21
    -11,90 (-0,26%)
     
  • DOW JONES

    35.296,38
    -72,09 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.585,06
    +21,51 (+0,28%)
     
  • HANG SENG

    24.127,85
    +15,07 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.467,23
    -790,02 (-2,80%)
     
  • NASDAQ

    15.174,00
    -32,00 (-0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2009
    -0,1062 (-1,68%)
     

MRV fecha acordo com Brookfield para venda de empreendimentos da Luggo

·1 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A MRV assinou acordo de investimentos com um veículo da canadense Brookfield Asset Management para a venda de empreendimentos de sua unidade Luggo que totalizam 1,26 bilhão de reais em valor geral de venda (VGV), informou a empresa em fato relevante ao mercado nesta quinta-feira.

A Luggo é uma startup do grupo MRV focada na locação de imóveis construídos exclusivamente para essa finalidade.

O acordo com a Brookfield envolve aproximadamente 5.100 unidades. A operação foi dividida em três fases, separadas de acordo com a maturidade dos empreendimentos, incluindo a expedição ou não de alvará e se o valor alvo do aluguel já está definido.

A MRV diz que o negócio é "uma importante parceria estratégica entre as partes", que cria "mais uma sólida avenida de diversificação de 'funding' para a venda de produtos".

A construtora diz que já fechou na véspera as primeiras vendas, relativas à fase 1 do acordo, do Luggo Cabrale e do Luggo Piqueri, em Contagem (MG) e São Paulo (SP), respectivamente. Os empreendimentos totalizam VGV de 106 milhões de reais, o que representa um recebimento líquido de 56 milhões de reais e lucro bruto de 30 milhões de reais.

"Após cada venda, a Luggo permanecerá na condição de administradora das propriedades", disse a MRV.

(Por Andre Romani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos