Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.566,90
    +139,77 (+0,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

MP que possibilita atendimento online em cartórios entra em vigor

·1 min de leitura
Notary working in office. Lawyer, attorney, business person signing a contract, working in office
Assinaturas de cartório poderão ser feitas de maneira online.
  • Medida provisória estabelece criação do SIstema Eletrônico de Registros Públicos;

  • Medida tem 60 dias para ser aprovada pelo Congresso Nacional para virar definitiva;

  • MP estabelece "interconexão da serventia" dos serviços públicos de cartórios;

Uma medida provisória (MP) editada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) e publicada nesta terça-feira (28) no Diário Oficial da União estabeleceu a criação do Sistema Eletrônico de Registros Públicos (Serp), que tem como objetivo digitalizar os serviços de cartórios e seu acervo no Brasil, de acordo com informações da CNN Brasil.

Leia também:

Segundo o governo federal, a medida passa a ser válida a partir desta terça-feira e com a necessidade de ser aprovada pelo Congresso Nacional nos próximos 60 dias, o novo sistema eletrônico permitirá o atendimento online e “acesso remoto às informações sobre as garantias de bens móveis e imóveis”, informou o governo.

Governo diz que documentos e títulos poderão ser enviados em formato eletrônico

Segundo a MP, também fica estabelecida a “interconexão das serventias dos registros públicos”, bem como as bases de dados de cada cartório, o que faz o Brasil sair de um “sistema cartorial local para um sistema cartorial nacional”, disse à CNN Brasil, o secretário de Política Econômica Adolfo Sachsida. A MP ainda estabelece que a regulamentação de todo o sistema será feita pela Corregedoria Nacional de Justiça do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O governo federal, em comunicado, explicitou sobre o Serp: “Documentos e títulos poderão ser enviados em formato eletrônico para registro por meio de ponto de acesso único na internet. Da mesma forma, serão expedidas certidões e fornecidas informações pelos cartórios de registros públicos via on-line”, complementou, em nota reproduzida pela CNN Brasil.

(Com informações da CNN Brasil)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos