Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    49.886,14
    +1.214,46 (+2,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

MP pede que TCU suspenda venda de participação da Caixa no Pan para BTG Pactual

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O Ministério Público Federal requereu ao Tribunal de Contas da União a suspensão da venda das ações pertencentes à Caixa Econômica Federal no Banco Pan para o BTG Pactual, segundo representação junto à Corte.

A representação, assinada pelo subprocurador Lucas Furtado e entregue ao tribunal no dia 8 de abril, pede que o TCU suspenda a venda de 49% do capital votante do Banco Pan por 3,7 bilhões de reais, anunciada na semana passada. O MP pede que o TCU suspenda a venda e investigue potenciais irregularidades em vendas de ativos do banco estatal.

Em sua opinião técnica, a auditora Erica Porfirio recomenda que o TCU não aceite os pedidos do subprocurador e arquive o caso. Uma decisão final sobre o caso, no entanto, ainda caberá ao ministro do TCU Aroldo Cedraz.

A Caixa disse em um comunicado que seguiu todas as regras para fazer essa venda e que "confia na regularidade integral dos procedimentos adotados ate o momento". O BTG não comentou o assunto.

(Por Tatiana Bautzer e Carolina Mandl)