Mercado abrirá em 2 h 39 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,81
    +2,63 (+3,97%)
     
  • OURO

    1.781,80
    +5,30 (+0,30%)
     
  • BTC-USD

    56.986,34
    +81,33 (+0,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.468,45
    +25,68 (+1,78%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.152,66
    +93,21 (+1,32%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.357,75
    +207,25 (+1,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3961
    +0,0261 (+0,41%)
     

MP pede na Justiça que prefeitura faça fiscalização de motos barulhentas em Niterói

·1 min de leitura

NITERÓI — A Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Meio Ambiente de Niterói do Ministério Público estadual (MPRJ) acionou mais uma vez a Justiça para que a prefeitura fiscalize a circulação de motocicletas que propositalmente produzem ruído acima do permitido, utilizando escapamento aberto ou modificado. A manifestação ocorreu no âmbito da ação civil pública em que a prefeitura alega impossibilidade de coibir esse tipo de prática por supostamente não haver definição dos limites permitidos para atuação do município nestes casos.

O MPRJ apresentou um estudo técnico elaborado pelo Grupo de Apoio Técnico Especializado que demonstra a competência do município para coibir esse tipo de irregularidade. O estudo sustenta que, além de ser uma questão que afeta a fiscalização de trânsito, a irregularidade configura poluição sonora, “que deve ser vista sob a ótica ambiental. Nesse contexto, o Código de Trânsito Brasileiro é categórico ao atribuir ao município o dever de fiscalizar os ruídos produzidos por veículos”, alega.

A prefeitura, em nota, mantém sua posição: “A Procuradoria-Geral do Município informa que o município vai se manifestar em juízo, visto que a questão está judicializada”, diz.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos