Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,58
    +0,22 (+0,30%)
     
  • OURO

    1.784,30
    -1,20 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    50.355,63
    -416,56 (-0,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.317,59
    +12,48 (+0,96%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    -2,85 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    23.996,87
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    28.868,29
    +7,67 (+0,03%)
     
  • NASDAQ

    16.380,25
    -12,00 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2778
    +0,0037 (+0,06%)
     

Movimento de correção no preço do petróleo!

·2 min de leitura

O Petróleo Brent já vem desde meados de agosto trabalhando dentro de um canal de alta. Com a movimentação realizada entre junho e setembro, o ativo acionou um pivô de alta no gráfico semanal. Isto deu impulso para que em mais um movimento de alta, o topo de outubro de 2018 fosse alcançado.

Esta dinâmica dos preços foi explicada no artigo “Dia de queda para o petróleo após alcançar o terceiro alvo”.

A resistência foi respeitada!

Observando o gráfico diário do Petróleo Brent, fica claro que o topo deixado em 2018 se comportou como uma resistência. A linha tracejada corresponde a região de preços do topo de 2018, e como pode ser observado, assim que o ativo tocou nesta linha, o preço começou a recuar.

Depois de um movimento mais forte de queda, o petróleo ficou por quatro dias se segurando na linha inferior do canal em que vinha trabalhando. Ontem, no entanto, um forte movimento de baixa afastou o preço da consolidação.

O que motivou o movimento de baixa de ontem foi o anúncio dos estoques de petróleo bruto. Conforme informado pela EIA (Energy Information Administration) a quantidade atual de barris de petróleo em estoque é de 3,291 milhões, contra uma projeção de 2,225 milhões. Visto que o valor anunciado foi bem acima do esperado, supõe-se que a demanda diminuiu, pelo menos na última semana. Ainda assim, essa redução da demanda culminou em um forte movimento de baixa no preço da commodity no dia de ontem.

Hoje o Petróleo Brent iniciou o dia subindo, fazendo um movimento que anularia toda a queda de ontem. Entretanto, ao longo do dia o preço recuou e no momento (16:20) vem caindo, sendo cotado a 80,47 dólares por barril, o que corresponde a uma queda de 1,03%.

Movimento de correção.

Como o ativo perdeu o canal no qual vinha trabalhando, é esperado que este faça um movimento de correção até alguma das retrações de Fibonacci.

Com o movimento realizado hoje, o petróleo confirmou a perda do canal e ainda acionou um pivô de baixa no gráfico de 4 horas. Este pivô, tem como terceiro alvo a retração de 50% de todo o movimento de alta realizado.

Como a commodity fez um forte movimento de alta nos últimos meses, tendo subido mais de 30%, é esperado que um movimento de correção seja realizado.

Com o padrão que o ativo deixou, a expectativa é de que o movimento de baixa continue até a retração de 50%. Entretanto, mesmo que esse movimento de correção ocorra, a tendência primária de alta ainda prevalece, de modo que a qualquer momento o ativo pode voltar a subir.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos