Mercado abrirá em 9 h 52 min
  • BOVESPA

    116.464,06
    -915,94 (-0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.053,56
    -72,94 (-0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,73
    +0,12 (+0,23%)
     
  • OURO

    1.844,30
    -6,60 (-0,36%)
     
  • BTC-USD

    32.168,91
    -225,80 (-0,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    648,30
    +0,97 (+0,15%)
     
  • S&P500

    3.849,62
    -5,74 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    30.937,04
    -22,96 (-0,07%)
     
  • FTSE

    6.654,01
    +15,16 (+0,23%)
     
  • HANG SENG

    29.461,41
    +70,15 (+0,24%)
     
  • NIKKEI

    28.645,32
    +99,12 (+0,35%)
     
  • NASDAQ

    13.551,25
    +65,75 (+0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5119
    +0,0011 (+0,02%)
     

Mourinho diz que recebeu o apoio de Maradona nos momentos difíceis

·2 minuto de leitura
O técnico do Tottenham, José Mourinho (à direita), com o falecido astro argentino Diego Maradona

O português José Mourinho, técnico do Tottenham, disse que Diego Maradona o chamou para lhe dar apoio após as derrotas e deu as boas-vindas à estrela argentina que tinha, segundo ele, um coração "grande, grande".

Um dos maiores jogadores de futebol de todos os tempos, Maradona morreu na quarta-feira aos 60 anos, atraindo consternação e homenagens do mundo dos esportes em todo o planeta.

"Passei o dia inteiro contando aos meus jogadores histórias sobre ele e sobre o tempo que passamos juntos, ele é o homem de quem sinto falta", disse Mourinho à BT Sport.

"Sinto saudades especialmente do telefonema que sempre vinha depois das derrotas e nunca depois das vitórias", disse ele.

"Ele sabia que depois das vitórias eu não precisava de telefonemas, sabia que nos momentos difíceis estava sempre presente e depois das derrotas e nos momentos difíceis dizia sempre 'Mou, não esquece que você é o melhor'".

Traçando uma linha entre o jogador e o homem, o treinador dos Spurs garantiu que aqueles que puderam conviver com Maradona foram privilegiados.

"Existe Maradona e Diego", disse ele. "Maradona, não preciso falar dele porque o mundo o conhece e ninguém vai esquecê-lo", mas "Diego é diferente".

"As pessoas que foram seus grandes amigos, as pessoas que dividiram o vestiário com ele, os colegas, aqueles caras são privilegiados".

"Posso dizer que era um grande amigo meu, mas os meus contatos com ele eram por telefone e nos víamos, claro, algumas vezes", explicou.

Mourinho disse que sentirá falta da generosidade do argentino: "Ele tinha um coração grande, grande, grande, grande..."

"Esse é o homem de quem sinto falta, porque podemos encontrar seu futebol sempre que sentirmos falta dele, se o procurarmos no Google, vamos encontrá-lo. Mas Diego, não", lamentou ele.

pi/acc/dr/aam