Mercado fechado

Motorola lança Moto Buds 600 ANC e atualiza Watch 100 com detecção de quedas

Após oferecer os fones sem fio Moto Buds 600 ANC como brinde junto ao Motorola Edge 30 Fusion, a Motorola começará a vender o produto de forma avulsa. As características do dispositivo permenecem as mesmas do modelo já conhecido, com a presença de alguns recursos avançados em som e conectividade.

Moto Buds 600 tem capa com recargas sem fio (Imagem: Divulgação/Motorola)
Moto Buds 600 tem capa com recargas sem fio (Imagem: Divulgação/Motorola)

Com drivers de 10 mm, seu sistema de speakers internos tem suporte para Snapdragon Sound e aptX Adaptive, que devem garantir maior qualidade de áudio e captura de voz aprimorada. Há ainda suporte para cancelamento híbrido de ruído, e redução de sons indesejados em chamadas.

Ele é conectado por Bluetooth, com suporte para Fast Pair e pareamento de dois dispositivos ao mesmo tempo. Os controles de reprodução ficam na lateral, e comandos por voz podem ser realizados com Google Assistente.

A estrutura dos fones tem resistência IPX5, enquanto a bateria garante até 26 horas de uso com o estojo de carregamento — esta case ainda tem suporte para recargas sem fio.

Moto Watch 100 ganhou detecção de quedas

Moto Watch 100 ganhou novo recurso (Imagem: Divulgação/Motorola)
Moto Watch 100 ganhou novo recurso (Imagem: Divulgação/Motorola)

Após já ter apresentado o Moto Watch 100 no Brasil no ano passado, a Motorola atualizou o relógio com o recurso de detecção de quedas. Porém, ele não ganhou grandes alterações nas outras características técnicas.

Sua construção conta com uma tela circular de 1,3 polegadas, que tem tecnologia IPS LCD — um corte de custos em relação a outros modelos mais avançados, que vêm com painéis OLED.

Ele roda o sistema operacional Moto Watch OS, considerado mais simples que o Wear OS desenvolvido pelo Google. Mesmo assim, há suporte para 28 modos de esportes com monitoramento de diversos dados corporais.

Outros recursos fitness do relógio incluem o acompanhamento de batimentos cardíacos, e medição dos níveis de oxigênio no sangue. O GPS integrado poderá aumentar a precisão do posicionamento, o que é útil na integração com aplicativos como o Google Fit e Strava.

Relógio conta com o sistema operacional Moto Watch OS (Imagem: Divulgação/Motorola)
Relógio conta com o sistema operacional Moto Watch OS (Imagem: Divulgação/Motorola)

O Moto Watch 100 também oferece resistência contra água a uma profundidade de até 50 metros (5 ATM). No mais, o sistema traz seis opções de watchfaces para o usuário escolher.

Como o smartwatch traz um sistema simplificado, foi possível obter uma maior economia de energia. De acordo com informações da Motorola, o smartwatch tem uma autonomia de até duas semanas sem a necessidade de uma recarga.

Sua conectividade acontece por meio de Bluetooth, sem suporte para Wi-Fi. Ele será vendido nas cores Glacier Silver (prata) ou Phantom Black (preto).

Preços e disponibilidade

Ambos os produtos serão mostrados em mais detalhes durante a CES 2023, que acontece a partir desta semana. Porém, alguns detalhes de preços e disponibilidade já foram revelados pela marca.

O Moto Watch 100 já está disponível no Brasil por R$ 999, mas a Motorola não confirmou se a nova versão chegará em território nacional. Já os Moto Buds 600 ANC serão vendidos a partir deste mês nos Estados Unidos, por US$ 149 (~R$ 793).

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: