Mercado abrirá em 4 h 40 min
  • BOVESPA

    129.441,03
    -634,97 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,16 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,44
    +0,53 (+0,75%)
     
  • OURO

    1.859,50
    -20,10 (-1,07%)
     
  • BTC-USD

    39.535,20
    +4.196,60 (+11,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    984,99
    +43,18 (+4,58%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,40 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.157,93
    +23,87 (+0,33%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.022,25
    +28,00 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1908
    -0,0018 (-0,03%)
     

Motorola Defy, celular durão de 2010, vaza em plataformas e pode voltar

·2 minuto de leitura
Motorola Defy, celular durão de 2010, vaza em plataformas e pode voltar
Motorola Defy, celular durão de 2010, vaza em plataformas e pode voltar

Sucesso de vendas da Motorola em 2010, ano em que foi lançado com foco na durabilidade e resistência, o Defy pode voltar às prateleiras depois de mais de uma década. Pelo menos foi isso o que a galera do 91Mobiles descobriu, graças ao leaker Ishan Agarwal, que relatou ter flagrado o velho conhecido nas plataformas Geekbench e Google Play Console.

Segundo Agarwal, o primeiro smartphone do mundo fabricado à prova de poeira e d’água, também focará na resistência em seu retorno. O leaker não cravou exatamente em quais mercados o Motorola Defy vai voltar a dar as caras, mas deixou claro que o modelo certamente será comercializado fora de sua Índia natal.

Possíveis especificações

Ainda não há qualquer especificação confirmada sobre como o Motorola Defy poderá voltar por dentro, mas algumas apostas já começaram a ser feitas. Em relação ao processador, a ideia é colocar o Qualcomm Snapdragon 662, que chegaria na companhia de 4 GB de RAM e do sistema operacional Android 10.

Essa configuração casa e confirma o que havia sido visto no Motorola Athena, em fevereiro deste ano. O Athena, aliás, estava sendo tratado justamente como Motorola Defy em suas primeiras aparições nos sites gringos. Uma bateria de 5000 mAh também é considerada para equipar o “novo velho” modelo Motorola.

Apenas para relembrar, o Motorola Defy original, lançado em 2010, tinha tela pequena, de apenas 3,7 polegadas, além de uma câmera única, de 5 megapixels, na parte traseira. Em relação ao design, as primeiras infos indicaram que ele pode ser similar ao Moto G9 e ao G9 Play, mas, por enquanto, nada é oficial sobre como (e quando) efetivamente o Motorola Defy irá voltar.

O retorno do popular Defy pode ajudar a Motorola a consolidar cada vez mais o segundo lugar no mercado do Brasil, caso pinte por aqui. Números recentes apontaram que a marca cresceu 35% no trimestre e já tem 26,6% do mercado no País.

Via 91Mobiles