Mercado abrirá em 2 h 24 min
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,46
    +1,02 (+1,24%)
     
  • OURO

    1.782,00
    +16,30 (+0,92%)
     
  • BTC-USD

    62.229,55
    +387,11 (+0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.451,60
    -0,04 (-0,00%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.206,84
    +3,01 (+0,04%)
     
  • HANG SENG

    25.787,21
    +377,46 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.328,00
    +37,50 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4123
    +0,0208 (+0,33%)
     

Moto G31 passa na Anatel e pode chegar ao Brasil com bateria grande

·2 minuto de leitura

O suposto Moto G31 está cada vez mais próximo de ser oficializado e já foi até autorizado pela Anatel para ser comercializado no mercado brasileiro. O modelo — que apareceu em outras certificações ao redor do mundo nas últimas semanas — foi homologado pela Agência Nacional de Telecomunicações com o número de modelo XT2173, indicando a intenção da Motorola de trazê-lo ao nosso país em breve.

Para quem não lembra ou não acompanhou as notícias sobre o celular, o Moto G31 foi flagrado em registros da NBTC — órgão tailandês de certificações — e da Wi-Fi Alliance. Enquanto o primeiro confirma o nome comercial do dispositivo, o segundo mostra que ele terá suporte para as redes de 2,4 GHz e 5 GHz para internet sem fio, além de chegar às prateleiras já com o Android 11 instalado de fábrica.

Agora, a certificação na entidade brasileira dá mais luz às possíveis especificações do Moto G31. Segundo os dados, o smartphone poderá ser equipado com uma bateria já homologada no órgão, com modelo JK50. Documentos disponibilizados no site da Anatel revelam que esse componente tem uma capacidade nominal de 4.850 mAh e típica de 5.000 mAh.

Moto G30 foi lançado em março de 2021 e já pode ter sucessor à vista (Imagem: Ivo/Canaltech)
Moto G30 foi lançado em março de 2021 e já pode ter sucessor à vista (Imagem: Ivo/Canaltech)

Infelizmente, pouco ainda é conhecido sobre este modelo. Além dos detalhes confirmados nas certificações brasileira e internacionais, é esperado que ele chegue com suporte dual-SIM e seja um sucessor direto ao Moto G30, que foi lançado oficialmente no primeiro trimestre deste ano. O modelo apresentado até então tem diferenciais interessantes para a categoria, como tela de 90 Hz, câmera de 64 MP e a mesma bateria de 5.000 mAh, o que nos dá uma ideia do que podemos esperar de seu sucessor.

Além do Moto G31, outros rumores apontam que a fabricante também pode lançar mais celulares ao longo dos próximos meses — o Moto E40, que também já passou por registro na Anatel, e um suposto Moto G Pure.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos