Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.113,93
    +413,26 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,07
    -0,39 (-0,61%)
     
  • OURO

    1.777,30
    +10,50 (+0,59%)
     
  • BTC-USD

    62.245,70
    +684,99 (+1,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,97
    +7,26 (+0,52%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,68 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.019,53
    +36,03 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.969,71
    +176,57 (+0,61%)
     
  • NIKKEI

    29.683,37
    +40,68 (+0,14%)
     
  • NASDAQ

    14.024,00
    +10,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6872
    -0,0339 (-0,50%)
     

Moto G20 recebe certificação nos EUA; lançamento é iminente

Diego Sousa
·2 minuto de leitura

Um dia após aparecer na plataforma de benchmark Geekbench 4, o Moto G20 foi encontrado no banco de dados da Comissão Federal de Comunicações (FCC) dos Estados Unidos, sugerindo lançamento iminente. O aparelho básico deve ser apresentado com bateria generosa e processador inédito da Unisoc.

De acordo com a documentação, que não revela muitas informações sobre o smartphone, o Moto G20 deve contar com Wi-Fi de duas bandas (2,4 GHz e 5 GHz), Bluetooth e suporte para rádio FM. Além disso, foram encontradas duas variantes do dispositivo, sugerindo que ele deva ser lançado com duas opções de memória RAM e armazenamento interno.

Independentemente da versão, no entanto, o aparelho deve trazer uma bateria generosa de 5.000 mAh, capacidade padrão nos smartphones mais básicos da Motorola, com suporte a carregamento rápido de 10 W. Conforme mais certificações forem saindo nos próximos dias, mais informações sobre o aparelho serão reveladas, portanto continue acompanhando o Canaltech para não perder nenhuma novidade.

Nos últimos dias, o Moto G20 já teve alguns detalhes sobre sua ficha técnica revelados em plataformas de testes. Os registros, tirados das quarta e quinta versões do Geekbench, revelam a presença de um chipset Unisoc T700 de oito núcleos rodando a 2 GHz de frequência, 4 GB de memória RAM e sistema operacional Android 11. Os resultados, como já era de se esperar, ficaram um pouco acima dos atingidos pelo Moto G10 Power, o modelo mais básico da nova linha até o momento.

Moto G10 recebeu uma versão indiana recentemente chamada G10 Power (Imagem: Divulgação/Motorola)
Moto G10 recebeu uma versão indiana recentemente chamada G10 Power (Imagem: Divulgação/Motorola)

Mais "Motos" G vindo por aí

Além do Moto G20, a Motorola prepara o lançamento de mais dois aparelhos da linha, estes focados nos segmentos intermediário e topo de linha. O G100, mais potente da dupla, é uma versão renomeada do Edge S, já lançado na China, e conta com processador Snapdragon 870, até 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento interno, tela IPS de 90 Hz de frequência e câmera quádrupla de 64 MP.

O Motorola Edge S deve chegar ao mercado global como o novo Moto G100 (Imagem: Divulgação/Motorola)
O Motorola Edge S deve chegar ao mercado global como o novo Moto G100 (Imagem: Divulgação/Motorola)

Já o segundo, chamado de Moto G50, ganhou certificação no órgão chinês 3C e terá suporte à conexão 5G — ele deve ser o aparelho Moto G mais acessível compatível com a nova rede. Acredita-se que o aparelho, especulado para chegar ao país asiático como parte da linha Lenovo Lemon, seja equipado com um processador Snapdragon 480 5G, 6 GB de RAM, 128 GB de armazenamento, tela HD+ com taxa de atualização de 90 Hz e câmera quádrupla de 48 MP.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: