Mercado abrirá em 3 h 48 min

Moto E7i aparece em certificação e indica lançamento iminente

Igor Almenara
·2 minuto de leitura

O Moto E7i deu as caras numa certificação de órgãos regulatórios da Tailândia. Documentos da NBTC, entidade análoga à Anatel, revelaram um celular da Motorola sob o número de série de XT2097-14 e o associa ao Moto E7i Power, sucessor do Moto E6i, com especificações simples e Android Go direto da caixa.

O modelo continuaria a proposta do Moto E6i: um smartphone básico, voltado para quem procura um aparelho apenas para ligações, troca de mensagens e navegação na internet. Seu número de série já foi visto em outras certificações, nesses casos sob os códigos XT2097-12 e XT2097-13, que devem se referir a variantes regionais do mesmo aparelho.

(Imagem: @yabhishekhd/Twitter)
(Imagem: @yabhishekhd/Twitter)

Curiosamente, um dos registros se refere ao Lenovo K13, nome alternativo para o Moto E7i em algumas regiões. Em vazamento, o K13 apareceu com corpo construído em plástico, conjunto de câmeras duplas, leitor biométrico na traseira e alto-falante localizado no canto inferior esquerdo.

Para a ficha técnica, o Lenovo K13 (ou Moto E7i) teria uma tela HD+ de 6,5 polegadas, um processador de oito núcleos que chega a 1,6 GHz ainda não conhecido, 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento — algo muito parecido com o que foi apresentado no Moto E6i. Nas câmeras, a frontal contaria com 5 MP, enquanto a dupla da traseira teria 13 MP no sensor principal e 2 MP para detecção de profundidade.

(Imagem: Reprodução/91 Mobiles)
(Imagem: Reprodução/91 Mobiles)

As especificações reforçam que os modelos listados se referem ao mesmo dispositivo, já que o Lenovo K13 apresenta proposta muito semelhante à adotada na linha Moto E. O aparelho deve rodar alguma edição do Android Go direto da caixa, sendo vendido sob a marca da Lenovo na China e como Moto E7i nos demais mercados.

Não menos importante, o Moto E7i apresentaria também entrada para fone de ouvido, bandeja para Dual SIM e expansão de memória com cartão microUSB, e provavelmente uma bateria volumosa. O conjunto de características o coloca na base da pirâmide de smartphones, já que sua composição é básica, mas apenas seu preço de estreia determinará se vale a pena adquiri-lo em meio de tantas propostas distintas no mercado de entrada.

Até o momento, não há previsão para o lançamento do Moto E7i ou do Lenovo K13 em nenhum mercado. Entretanto, sua presença em órgãos regulatórios indica revelação iminente dos aparelhos. Considerando o histórico, a Motorola pode optar por lançar o "baratinho" sem muito alarde, adicionando-o diretamente ao site oficial e em ofertas de varejistas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: