Mercado fechado

Mortalidade de jovens até 24 anos por violência caiu em 2018, aponta IBGE

Bruno Villas Bôas

Número de homens no grupo de 15 a 24 anos mortos por causa violenta recuou 13% em relação ao ano anterior, para 24.120 pessoas, menor número desde 2006 A mortalidade de jovens do sexo masculino por causa violenta recuou significativamente em 2018 no Brasil, mas permanece desproporcionalmente elevada no país, mostram dados do levantamento “Estatísticas do Registro Civil”, divulgado nesta quarta-feira pelo IBGE.

De acordo com o IBGE, o número de homens no grupo de 15 a 24 anos de idade mortos em razão de violência recuou 13% no ano passado, em relação ao ano anterior, para 24.120 pessoas. Trata-se da maior queda percentual da série disponível e o menor número de mortes desse grupo desde 2006.

Sub-registro de nascimentos cede, mas ainda é desafio no Norte

Brasileiro se casa menos e se separa mais em 2018, mostra IBGE

IBGE: Casamento gay cresce 62% em meio a onda conservadora

Os óbitos violentos são provocados por agentes externos, como acidentes de trânsito, afogamentos, suicídios e homicídios. O IBGE não detalhou as causas da redução do indicador.

Apesar da queda do indicador, a probabilidade de um jovem de 20 anos do sexo masculino não completar 25 anos era 11 vezes maior do que uma mulher dessa idade. Em 1988, essa probabilidade era menor, de 7,3 vezes.