Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.526,74
    -3.259,69 (-2,94%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.045,11
    -253,09 (-0,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    -0,76 (-0,91%)
     
  • OURO

    1.785,00
    +0,10 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    62.620,38
    -3.581,62 (-5,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.482,61
    -52,04 (-3,39%)
     
  • S&P500

    4.549,78
    +13,59 (+0,30%)
     
  • DOW JONES

    35.603,08
    -6,26 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.190,30
    -32,80 (-0,45%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.476,00
    +98,50 (+0,64%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5749
    +0,0553 (+0,85%)
     

Morre Willie Garson, ator de 'Sex and the city', aos 57 anos

·1 minuto de leitura

Morreu, aos 57 anos, o ator Willie Garson, conhecido por interpretar o personagem Stanford Blatch na série "Sex and the city". A informação foi confirmada por um membro da família do artista à revista "Variety", na noite da última terça-feira (22/9). A causa da morte não foi divulgada. De acordo com o portal TMZ, ele lutava contra um câncer.

Na popular série "Sex and the City" (1998), da HBO, Garson deu vida ao agente de talentos Stanford, homem espirituoso e estiloso, além de melhor amigo da protagonista Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker).

Após o fim da produção, Garson voltou a encarnar o papel nos filmes da franquia, "Sex and the city — O filme" (2008) e "Sex and the City 2" (2010). Recentemente, ele rodou a série inédita "And just like that...", da HBO Max, um revival de "Sex and the city" previsto para estrear em outubro.

"A família 'Sex and the City' perdeu um dos seus. Nosso incrível Willie Garson", afirmou Michael Patrick King, o produtor executivo de "Sex and the city" e "And just like that". "Seu espírito e dedicação ao ofício estavam presentes todos os dias nas filmagens de 'And just like that'. Ele estava lá — dando-nos tudo de si — mesmo quando estava doente. Sua infinidade de dons como ator e pessoa fará falta para todos. Neste momento triste e escuro, somos confortados por nossa memória de sua alegria e luz".

Em mais de 30 anos de carreira, o americano trabalhou em várias produções da televisão do país. Em projetos mais recentes, esteve em séries como "White collar", "Hawaii Five-0" e "Supergirl". No cinema, teve participações em filmes como "Feitiço do tempo" (1993), "Quem vai ficar com Mary" e "Quero ser John Malkovich" (1999).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos