Mercado abrirá em 8 h 25 min
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,18
    -0,47 (-0,56%)
     
  • OURO

    1.789,20
    -4,20 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    60.797,16
    -1.890,98 (-3,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.479,07
    -26,08 (-1,73%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.277,62
    +54,80 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    25.647,20
    -391,07 (-1,50%)
     
  • NIKKEI

    28.946,61
    -159,40 (-0,55%)
     
  • NASDAQ

    15.537,50
    -7,50 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4582
    +0,0041 (+0,06%)
     

Morgan Stanley vê risco crescente de queda de 20% para S&P 500

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Uma queda de mais de 20% no mercado acionário dos Estados Unidos parece cada vez mais provável, de acordo com estrategistas do Morgan Stanley liderados por Michael Wilson.

Most Read from Bloomberg

Embora ainda seja o pior cenário, o banco disse que evidências começam a apontar para um crescimento mais fraco e queda da confiança dos consumidores.

Em relatório na segunda-feira, estrategistas traçaram duas direções para os mercados dos EUA, que chamaram de “fogo e gelo”. Caso resulte em fogo, a visão mais otimista, o Federal Reserve retiraria o estímulo para evitar o superaquecimento da economia.

“O resultado típico do ‘fogo’ levaria a uma correção modesta e saudável de 10% do S&P 500”, escreveram.

Mas é o cenário do “gelo”, mais pessimista, que ganha força, disseram os estrategistas, traçando um quadro no qual a economia mostra forte desaceleração e os lucros são pressionados.

Na segunda-feira, os mercados globais reagem à crise de dívida da incorporadora imobiliária China Evergrande, que poderia impactar o sistema financeiro mais amplo.

Entre estrategistas de Wall Street, o Morgan Stanley é mais pessimista do que a maioria, mas suas opiniões ecoam outros bancos que fizeram previsões de baixa recentemente. Estrategistas do Goldman Sachs e Citigroup também destacaram a possibilidade de choques negativos encerrarem o período de ganhos do mercado dos EUA.

“Será fogo ou gelo? Não sabemos, mas o cenário do gelo seria pior para os mercados e estamos inclinados nessa direção”, escreveram os estrategistas do Morgan Stanley. “Acreditamos que a transição do meio de ciclo terminará com a correção finalmente atingindo o S&P 500.”

O banco recomendou que investidores optem por ações defensivas e de qualidade como proteção e mantenham alguma exposição a papéis do setor financeiro, que se beneficiarão com o aumento das taxas de juros.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos