Mercado abrirá em 9 h 30 min
  • BOVESPA

    108.714,55
    +2.418,37 (+2,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.833,80
    -55,86 (-0,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,65
    -0,11 (-0,13%)
     
  • OURO

    1.805,60
    -1,20 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    62.765,71
    +1.051,64 (+1,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.508,99
    +1.266,31 (+521,80%)
     
  • S&P500

    4.566,48
    +21,58 (+0,47%)
     
  • DOW JONES

    35.741,15
    +64,13 (+0,18%)
     
  • FTSE

    7.222,82
    +18,27 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    26.128,21
    -3,82 (-0,01%)
     
  • NIKKEI

    29.084,26
    +483,85 (+1,69%)
     
  • NASDAQ

    15.569,25
    +73,50 (+0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4300
    -0,0063 (-0,10%)
     

Morgan Stanley leva laboratório multicultural para Europa

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O Morgan Stanley planeja investir um milhão de libras (US$ 1,36 milhão) em cinco startups lideradas por mulheres ou minorias étnicas na Europa, Oriente Médio e África, expandindo um programa implementado nos últimos quatro anos nos Estados Unidos.

Most Read from Bloomberg

O banco de Wall Street visa ajudar grupos que muitas vezes enfrentam dificuldades para encontrar capital inicial. De acordo com o Morgan Stanley, menos de 3% do capital de risco investido no Reino Unido na última década foi destinado a equipes lideradas inteiramente por mulheres e menos de 2% para fundadores de minorias étnicas. O financiamento total na Europa para startups e scaleups (empresas com modelos de negócio escalonados e de rápido crescimento) subiu para 12 bilhões de euros (US$ 13,9 bilhões) no ano passado, segundo a associação Invest Europe.

“Seja qual for a forma como olhamos para os números, é um pouco assustador”, disse Sanghamitra Karra, diretora-gerente especializado em gestão de risco, que coordena o programa em Londres. “Precisamos iniciar um debate e preencher a lacuna de financiamento e queremos manter o momentum.”

As inscrições para o Laboratório de Inovação Multicultural, com sede em Londres, serão abertas em janeiro. Fundadores selecionados receberão 200 mil libras cada para desenvolver seus negócios. O Morgan Stanley disse que está focado em startups que desenvolvam “soluções de tecnologia que promovam um futuro mais inclusivo e sustentável”.

Os empreendedores também terão acesso aos mentores e consultores do Morgan Stanley por cinco meses antes da apresentação de suas empresas para investidores convidados. Mais de cem funcionários do Morgan Stanley estarão envolvidos no laboratório europeu, incluindo alguns de seus banqueiros mais experientes.

Lannçado nos Estados Unidos em 2017, o programa do Morgan Stanley investiu em mais de 50 startups, que levantaram mais de US$ 80 milhões em financiamento adicional. Carla Harris, vice-presidente de gestão de patrimônio global, lidera a iniciativa globalmente juntamente com a diretora-gerente Alice Vilma.

“Estabelecer uma plataforma em Londres que dê acesso a aconselhamento crítico, experiência e financiamento para mulheres e empresas pertencentes a minorias não é apenas algo que estamos bem-posicionados para oferecer, mas também nos permite abordar uma significativa ineficiência do mercado”, disse Clare Woodman, responsável pela região da Europa, Oriente Médio e África (EMEA) do Morgan Stanley e copatrocinadora do EMEA Lab.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos