Mercado fechado

Moradores filmam ‘neve’ no Tocantins; calcário produzido na região encobriu vegetação

·2 minutos de leitura
Moradores filmaram 'neve' de calcário em Lagoa da Confusão (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Moradores filmaram 'neve' de calcário em Lagoa da Confusão (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Moradores de Lagoa da Confusão, no Tocantins, registraram vídeos em que parece que está nevando no estado da região norte, mesmo com 38ºC. Uma nuvem de poeira branca lembrava uma nevasca, mas, na realidade, eram resíduos de uma indústria de calcário que fica na área urbana da cidade que encobriram a vegetação

Ao G1, moradores da cidade afirmaram que a nuvem costuma acontecer durante a madrugada e também pela manhã. A indústria está na cidade há anos e, com o crescimento da população, acabou ficando perto de uma área onde estão moradores.

A empresa Calcário Cristalândia, de onde o vídeo foi feito, informou ao G1 que vai se transferir para outro local. O prazo estipulado pelo Ministério Público é de que a companhia mude de local até janeiro de 2021. A ideia era mudar até antes, mas o processo foi atrasado pela pandemia.

Leia também

O calcário é usado na agricultura para mudar os níveis de acidez do solo e, assim, aumentar a produtividade das lavouras. No entanto, o material pode ser danoso à saúde. Se inalado, pode causar irritação no trato respiratório e, além disso, a exposição prolongada pode gerar problemas respiratórios crônicos.

Mesmo podendo ser prejudicial à saúde de moradores, a empresa tem licença do Instituto Natureza do Tocantins. Em nota enviada ao G1, o órgão afirma que “o empreendimento encontra-se licenciado para operação pelo órgão ambiental e já tramita no Instituto um novo processo de solicitação de licenciamento para a mudança da planta do local atual próximo à área urbana, para um novo local, afastado da zona urbana”.