Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.375,25
    -1.185,58 (-1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.728,87
    -597,81 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    93,20
    +4,75 (+5,37%)
     
  • OURO

    1.701,80
    -19,00 (-1,10%)
     
  • BTC-USD

    19.561,04
    -348,07 (-1,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    445,50
    -9,53 (-2,09%)
     
  • S&P500

    3.639,66
    -104,86 (-2,80%)
     
  • DOW JONES

    29.296,79
    -630,15 (-2,11%)
     
  • FTSE

    6.991,09
    -6,18 (-0,09%)
     
  • HANG SENG

    17.740,05
    -272,10 (-1,51%)
     
  • NIKKEI

    27.116,11
    -195,19 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    11.096,25
    -445,50 (-3,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0768
    -0,0367 (-0,72%)
     

”Montei a apresentação em um táxi, mas ganhei o cliente”, relembra diretor do Oto

Antes de fundar o Oto, startup que empodera vendedores de lojas físicas com informações coletadas no e-commerce, Guilherme Bohnen atuava na Pmweb (empresa que originou o Oto), onde realizava a pré-venda de soluções de CRM. Entre os desafios que vivenciou, o executivo relembra a ocasião em que, após um dia intenso de trabalho (com direito a atraso de voo) precisou montar uma apresentação dentro do carro, a caminho da reunião com um possível cliente.

Eu fiz todo o processo com o meu sócio a caminho da B2W, com internet 3G (na época, nem existia 4G), o notebook aberto no táxi, todo aquele risco no Rio de Janeiro…”, relembra Bohnen, que, apesar do perrengue, conseguiu fechar negócio com a empresa que se tornaria o principal cliente da Pmweb.

“Foi muito desafiador fazer isso. Mas o meu ponto é: tem que fazer. E isso virou até um mantra aqui na empresa: ‘não tem não dá’. Nós temos que arrumar um jeito de fazer acontecer. Não é fazer o impossível, mas é encontrar formas diferentes de chegar no objetivo”, afirma Bohnen.

'É fácil falar sobre ideia, difícil é mostrar como executá-la', diz diretor

Bohnen defende o olho no olho e a estratégia bem desenhada no papel. “Eu tenho uma característica muito forte de começar com brilho nos olhos e falar sobre execução, porque falar sobre ideia, todo mundo fala. Agora, me mostra como faz”, afirma o empreendedor gaúcho que o fazer é mais forte do que a ideia.

Trajetória no gerenciamento de relacionamento com o cliente

Empreendedor com atuação de quase duas décadas em CRM e Marketing Digital, Guilherme Bohnen é graduado em Administração e Marketing pela ESPM-RS e, atualmente, é Diretor Executivo do Oto, onde lidera a iniciativa de tecnologia e serviços de soluções focadas em marketing omnichannel. Profissional reconhecido e premiado nacional e internacionalmente por ajudar grandes empresas B2C do Brasil e da América latina transformarem a relação com os seus consumidores de forma única e em escala através da junção de tecnologia e marketing.