Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.256,89
    -237,47 (-1,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Trio de montadoras investirá R$ 138,3 bilhões em carros elétricos

·2 min de leitura
Aliança entre Renault, Nissan e Mitsubishi espera lançar 35 carros elétricos até 2030. (AFP/Behrouz MEHRI)
Aliança entre Renault, Nissan e Mitsubishi espera lançar 35 carros elétricos até 2030. (AFP/Behrouz MEHRI)
  • Eletrificação é tendência tecnologia e ambiental no setor automotivo;

  • Grandes montadoras vem investindo na eletrificação de automóveis;

  • Aliança projeta utilizar base comum e aprimorar expertises de cada montadora e dividir investimentos.

Em anuncio feito na última quinta-feira (27/01) a aliança formada pelas montadoras Renault, Nissan e Mitsubishi anunciou o investimento de R$ 138,3 bilhões (US$ 25,7 bilhões) na eletrificação dos veículos produzidos pelas marcas até 2027.

De acordo com as montadoras a projeção é lançar no mercado 35 novos modelos de carros elétricos até 2030. As empresas compartilharam o investimento, projetos na adoção da energia elétrica nos automóveis e a perspectiva de sustentabilidade no segmento, afirmou o o presidente da aliança, Jean-Dominique Senard.

Leia mais:

Até 2021, a aliança formada pelas montadoras já investiu R$ 59,18 bilhões (US$ 11 bilhões) em eletromobilidade. Essa mudança já é adotada pelas principais montadoras do mundo. Por exemplo, a americana Ford irá dobrar a capacidade de produção da picape elétrica F-150. No ano passado a Tesla vendeu 900 mil unidades de carros elétricos.

Mesmo em crescimento a compra de carros movidos a energia elétrica representam 10% das unidades na Europa e 2% nos Estados Unidos da América.

Além dos projetos e do dinheiro, as montadoras Renault, Nissan e Mitsubishi partilharão a mesma plataforma comum, a estrutura básica dos carros. Até 2026 espera-se que 80% dos 90 modelos sejam fabricados nestas plataformas. Em 2022 são 60%.

Em nota o presidente da Nissan, Makoto Uchida, afirma que mesmo com a utilização da mesma plataforma as montadoras garantirão a diferenciação entre os modelos de cada marca, assegurando estilo e identidade.

Até 2030, 90% dos 35 novos modelos elétricos serão fabricados sobre cinco plataformas comuns por todo o planeta.

Cada montadora fica responsável por desenvolver uma parte das plataformas. A Nissa está responsável por desenvolver a tecnologia para a bateria, a Renault gerará a arquitetura elétrica e eletrônica comum, enquanto a Mitsubishi fará testes de utilização da plataforma da Renault em seus veículos.

Com informações do jornal Folha de São Paulo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos