Mercado fechará em 2 h 10 min
  • BOVESPA

    107.763,78
    -3.675,59 (-3,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.638,70
    -669,01 (-1,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,68
    -1,29 (-1,79%)
     
  • OURO

    1.764,20
    +12,80 (+0,73%)
     
  • BTC-USD

    44.068,56
    -3.334,03 (-7,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.101,60
    -32,78 (-2,89%)
     
  • S&P500

    4.338,90
    -94,09 (-2,12%)
     
  • DOW JONES

    33.837,28
    -747,60 (-2,16%)
     
  • FTSE

    6.903,91
    -59,73 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    24.099,14
    -821,62 (-3,30%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    14.945,25
    -380,75 (-2,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2680
    +0,0686 (+1,11%)
     

Monções deixam mais 16 mortos na Índia e milhares de desabrigados

·1 minuto de leitura
Homem é resgatado das águas na localidade indiana de Ghatal, inundada pelas chuvas em 2 de agosto de 2021

As fortes chuvas de monções deixaram pelo menos mais 16 mortos e 250 mil desabrigados em Bengala Ocidental, no leste da Índia - informaram fontes oficiais nesta terça-feira (3).

Estes novos óbitos acontecem poucos dias depois do anúncio de outras 11 mortes neste mesmo estado, após as chuvas torrenciais que destruíram casas e causaram deslizamentos de terra.

Nestes últimos dois dias, dois rios transbordaram, provocando enchentes em seis distritos de Bengala Ocidental. Cerca de 250.000 pessoas tiveram de ser evacuadas de suas casas, disse à AFP o ministro de Gestão de Desastres de Bengala Ocidental, Javed Khan.

Cinco das 16 vítimas fatais foram arrastadas pela força das águas, enquanto as demais morreram soterradas em suas casas, relataram fontes oficiais.

A Força Aérea se somou aos esforços das equipes de resgate e, com helicópteros militares, conseguiu socorrer dezenas de pessoas abrigadas em um telhado. Entre elas, estavam uma mulher de 100 anos e um bebê de nove meses, acrescentou Khan.

As autoridades prepararam mais de 40 abrigos nas áreas afetadas para receber os deslocados, disse Harekrishna Dribedi, um funcionário de alto escalão do governo estadual.

Inundações e deslizamentos de terra são comuns durante a temporada das monções na Índia, que vai de junho a setembro.

Samir Nandi, um morador local de 65 anos, disse, no entanto, que "nunca viu uma enchente como esta".

Cada vez maior, o volume anual de precipitações relacionadas às monções está-se tornando cada vez mais prejudicial e perigoso, devido às mudanças climáticas, dizem especialistas na área.

No mês passado, pelo menos 200 pessoas morreram no estado ocidental de Maharashtra, vítimas de deslizamentos de terra e inundações. Até agora, a temporada de monções deste ano deixou pelo menos 250 mortos.

str-abh/grk/oho/grp/zm/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos