Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.716,00
    -2.354,48 (-2,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.395,94
    -928,96 (-2,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,43
    -4,06 (-4,86%)
     
  • OURO

    1.651,70
    -29,40 (-1,75%)
     
  • BTC-USD

    18.948,17
    -195,75 (-1,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    434,61
    -9,92 (-2,23%)
     
  • S&P500

    3.693,23
    -64,76 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    29.590,41
    -486,27 (-1,62%)
     
  • FTSE

    7.018,60
    -140,92 (-1,97%)
     
  • HANG SENG

    17.933,27
    -214,68 (-1,18%)
     
  • NIKKEI

    27.153,83
    -159,30 (-0,58%)
     
  • NASDAQ

    11.388,00
    -177,50 (-1,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0976
    +0,0649 (+1,29%)
     

Moderna vai solicitar à Anvisa liberação de vacina da covid-19 para bebês

A farmacêutica Zodiac (representante da Moderna no Brasil) pretende pedir autorização à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicar a vacina da covid-19 em bebês a partir dos seis meses de idade. A iniciativa segue um recente pedido semelhante à reguladora de medicamentos dos EUA, a Food and Drug Administration (FDA).

Para entender a interação entre seu imunizante e o público infantil, a Moderna conduziu o estudo KidCOVE, que contou com o National Institutes of Health e a Biomedical Advanced Research and Development Authority. Segundo a empresa, os resultados da segunda fase do estudo, anunciados em 23 de março, "mostraram uma resposta robusta de anticorpos neutralizantes na faixa etária de 6 meses a menos de 6 anos, juntamente com um perfil de segurança favorável".

Quanto ao pedido à Anvisa, a Moderna pretende realizar ainda neste semestre, mas ainda não há uma data oficial. No início de abril, a agência realizou uma reunião técnica com a farmacêutica e sua representante brasileira para tratar da regularização da vacina, que atualmente não conta com autorização para uso no país.

Com isso, a farmacêutica Zodiac pretende negociar com o Ministério da Saúde a compra das vacinas e conquistar a autorização para aplicar o imunizante em toda a população brasileira acima dos seis meses de idade, ou seja: crianças, adolescentes e adultos.

Moderna vai solicitar à Anvisa liberação de vacina da covid-19 para bebês (Imagem: DragonImages/Envato)
Moderna vai solicitar à Anvisa liberação de vacina da covid-19 para bebês (Imagem: DragonImages/Envato)

"É nosso interesse também atuar na faixa etária dos a partir dos 6 meses. [Essa liberação] é uma necessidade, porque não existe vacina para crianças com idades de menos de 5 anos. Temos estudos, estudos robustos, para essa vacinação", diz Eduardo Issa, diretor médico da Zodiac, em nota à imprensa.

Nos EUA, a autorização para usar a vacina da covid-19 em bebês deve sair ainda em junho deste ano. Lá, o imunizante já é aplicado na população a partir dos seis anos de idade. Uma vez que tenha a autorização em mãos, a farmacêutica será a primeira a vacinar bebês dessa idade em todo o mundo.

A vacina da Moderna adota técnicas atuais da biotecnologia para promover a imunização contra a covid-19 e desenvolve uma vacina de RNA mensageiro: o corpo começa a produzir proteínas virais, mas não o vírus inteiro, o que é suficiente para treinar o sistema imunológico para atacar o vírus.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: