Mercado abrirá em 5 h 23 min
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,37
    +0,07 (+0,10%)
     
  • OURO

    1.782,50
    +5,80 (+0,33%)
     
  • BTC-USD

    34.041,08
    +937,93 (+2,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    815,49
    +28,87 (+3,67%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.119,05
    +9,08 (+0,13%)
     
  • HANG SENG

    29.267,98
    +385,52 (+1,33%)
     
  • NIKKEI

    29.066,18
    +190,95 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    14.346,75
    -7,50 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8696
    +0,0073 (+0,12%)
     

Moderna diz que sua vacina anticovid é 'altamente eficaz' em adolescentes

·1 minuto de leitura
Frascos da vacina do laboratório Moderna

A empresa de biotecnologia americana Moderna anunciou, nesta terça-feira (25), que sua vacina contra a covid-19 é "altamente eficaz" em adolescentes de entre 12 e 17 anos, segundo os resultados completos dos ensaios clínicos.

A Moderna afirmou que planeja apresentar uma solicitação de autorização do uso de sua vacina para esta faixa etária no "início de junho" aos órgãos "reguladores ao redor do mundo".

Outra vacina, a da Pfizer/BioNTech, já foi autorizada para adolescentes em vários países, entre eles Estados Unidos.

A vacina "se mostrou altamente eficaz para prevenir a covid-19 em adolescentes", declarou o chefe da Moderna, Stéphane Bancel, citado em um comunicado.

"Vamos apresentar os resultados à FDA (Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos) e outros reguladores ao redor do mundo no início de junho e solicitar uma autorização", continuou.

O estudo da Moderna foi feito com mais de 3.700 participantes entre 12 e 17 anos nos Estados Unidos, dos quais dois terços receberam a vacina e um terço recebeu placebo.

"Após duas doses, nenhum caso de covid-19 foi observado no grupo vacinado (...) contra quatro casos no grupo placebo, o que resulta em uma eficácia da vacina de 100% 14 dias após a segunda dose", declarou a Moderna em seu comunicado.

Após a primeira dose, foi observada uma eficácia de 93%, segundo a empresa.

A vacina foi "geralmente bem tolerada" e "até agora não foi identificada nenhuma preocupação com sua segurança", destacou. Os efeitos colaterais observados foram os mesmos que nos adultos: dor no local da injeção, fadiga, calafrios.

la/cjc/lda/gm/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos