Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,51
    +1,69 (+2,65%)
     
  • OURO

    1.844,00
    +20,00 (+1,10%)
     
  • BTC-USD

    49.846,59
    +774,59 (+1,58%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.398,33
    +39,77 (+2,93%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.398,00
    +297,75 (+2,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4040
    -0,0085 (-0,13%)
     

Modelo matemático acerta preço e prevê Bitcoin a US$ 115 mil em agosto

Júlia V. Kurtz
·3 minuto de leitura

O desempenho do Bitcoin nos últimos dias confirmou uma previsão da Pantera Capital feita em 2020 de que a criptomoeda atingiria o valor de US$ 62.968 em algum momento nesta semana.

A antecipação foi feita seguindo um modelo criado pela empresa de investimentos, baseado no halving do BTC que ocorreu em maio daquele ano. Segundo a Pantera, o evento – que ocorreu pela terceira vez – é precedido e sucedido por um padrão de comportamento dos investidores e que permite calcular com precisão os rumos da moeda.

O CEO da Pantera Capital, Daniel Morehead, comemorou quando a criptomoeda atingiu a marca em sua conta no Twitter, na terça-feira (13).

“Isto está ficando ridículo. Um ano atrás nós previmos que o Bitcoin atingiria US$ 62.968 nesta semana e isto acaba de acontecer”, escreveu.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Bitcoin a mais de US$ 115 mil

O modelo da Pantera previu que o preço do Bitcoin atingiria um mínimo cerca de 459 dias antes do halving. A partir daí, ele começaria a subir lentamente e, eventualmente, explodiria rumo a uma nova máxima dentro de 446 dias. A data vence em agosto de 2021.

Morehead lembra que o mesmo padrão foi observado nos dois primeiros halvings e que, “embora o passado não possa prever o futuro”, tudo indicava que a mesma coisa aconteceria desta vez.

De acordo com a Pantera, se as previsões se concretizarem, o preço do Bitcoin deve atingir US$ 115.212 em agosto. Até lá, o estimado mensal é de US$ 74.474 em maio, US$ 88.576 em junho e US$ 104,761 em julho.

Halving

O halving do Bitcoin é um evento que acontece, aproximadamente, a cada quatro anos, no qual a blockchain passa a liberar a metade de BTC como recompensa a mineradores por bloco minerado.

O valor era de BTC 50 no início, passando para BTC 25 no primeiro halving e BTC 12,5 no segundo. Hoje, o valor é de BTC 6,25.

Como o número de criptomoedas injetadas no mercado diminui, é natural que o valor delas aumentem, acrescenta Morehead.

“A maior parte dos mineradores vendem suas recompensas assim que possível. Eles precisam de dinheiro para pagar por eletricidade e data centers, além de comprar placas mais rápidas em uma corrida sem fim. Quando o número de Bitcoins que eles recebem cai pela metade, é claro que isso terá um impacto. É o que aconteceu nos últimos ciclos”.

Apesar da projeção positiva, o preço do Bitcoin está em queda desde quarta-feira (14) e está valendo cerca de US$ 61.500. Isso, no entanto, não alterou os indicadores técnicos, que continuam otimistas.

O artigo Modelo matemático acerta preço e prevê Bitcoin a US$ 115 mil em agosto foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.