Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,44
    -0,22 (-0,30%)
     
  • OURO

    1.786,00
    +3,10 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    31.558,00
    -4.170,00 (-11,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    762,93
    -87,41 (-10,28%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.489,00
    -312,27 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.010,93
    -953,15 (-3,29%)
     
  • NASDAQ

    14.134,50
    +4,50 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9715
    -0,0038 (-0,06%)
     

Moda passageira? Pesquisa sobre o mercado de NFTs aponta desaceleração

·2 minuto de leitura

O mercado de Non-Fungible Tokens (NFTs) — tokens criptográficos usados para autenticar uma peça digital como única na web — chamou muita atenção nos últimos meses devido à sua ligação a segmentos como o mundo da arte e vídeos famosos do YouTube. No entanto, dados coletados pelo Protos, site especializado no setor, mostram que, apesar de ainda movimentar milhões, o interesse por soluções do tipo diminuiu consideravelmente.

Segundo a pesquisa, o ápice dos NFTs foi no dia 3 de maio, quando US$ 102 milhões foram movimentados em um único dia — US$ 100 milhões só no segmento dos criptocolecionáveis. No entanto, na semana passada o mercado inteiro registrou US$ 19,4 milhões em transações, número que, embora seja considerável, representa uma queda de quase 90% em relação ao total acumulado na semana de máxima (US$ 170 milhões).

Imagem: Captura de Tela/Canaltech
Imagem: Captura de Tela/Canaltech

Enquanto segmentos como o de itens colecionáveis continuam representativos (US$ 9,2 milhões em vendas na semana passada) apesar de tendências de queda, o segmento de artes já é menor do que o relacionado a itens esportivos (US$ 3,16 milhões na semana passada). O que continua forte são os itens do chamado “metaverso” — NFTs ligados a espaços e artefatos virtuais —, que movimentaram US$ 3,3 milhões no período.

O estudo do Protos também mostra uma queda de 70% no número de carteiras NFT ativas em relação ao pico do mercado — de 12 mil, elas passaram a somente 3,9 mil na última terça-feira (8). A empresa afirma que a grande queda indica que o mercado em geral estourou sua bolha de especulação, que durou somente 4 meses.

Imagem: Captura de Tela/Canaltech
Imagem: Captura de Tela/Canaltech

Isso não significa que a tecnologia e transações relacionadas vão deixar de existir, mas sim que, talvez, o entusiasmo relacionado a ela tenha diminuído consideravelmente. Constituídos por chaves eletrônicas criptografadas usadas de forma única, os NFTs são usados como uma forma de certificado de propriedade intelectual, que tem sido usado por artistas e criadores de conteúdo como forma de valorizar trabalhos digitais.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos