Mercado fechará em 4 h 24 min
  • BOVESPA

    122.836,30
    +1.035,09 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.395,66
    +200,23 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,21
    +1,06 (+1,56%)
     
  • OURO

    1.804,60
    -9,90 (-0,55%)
     
  • BTC-USD

    39.298,72
    +67,45 (+0,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    978,48
    +2,59 (+0,27%)
     
  • S&P500

    4.422,01
    +19,35 (+0,44%)
     
  • DOW JONES

    34.989,10
    +196,43 (+0,56%)
     
  • FTSE

    7.116,92
    -6,94 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    26.204,69
    -221,86 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.150,50
    +77,00 (+0,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1177
    -0,0006 (-0,01%)
     

Mobileye testa carros autônomos em Nova York

·1 minuto de leitura
Carro autônomo da Mobileye em Nova York, EUA

Por Tina Bellon

(Reuters) - A Mobileye, unidade da Intel, disse nesta terça-feira que está testando veículos autônomos na cidade de Nova York, em um esforço para provar que sua tecnologia pode lidar com pedestres, zonas de construção e até mesmo carruagens.

O presidente-executivo da Mobileye, Amnon Shashua, disse a jornalistas que a empresa começou a testar veículos apenas com câmeras na cidade nas últimas semanas, chamando o ambiente de direção de "muito desafiador".

"É realmente uma grande dor de cabeça testar aqui em Nova York", disse Shashua, listando desafios, incluindo poluição luminosa à noite, direção agressiva, carros estacionados em fila dupla e pedestres ignorando regras de trânsito.

Shashua disse que a capacidade de transitar pelas ruas de Nova York foi um passo crucial para venda de veículos autônomos que podem lidar com uma variedade de ambientes de condução.

A Mobileye recebeu uma licença de teste do Estado de Nova York depois de fornecer todos os dados de programas de autodirecionamento que a empresa lançou anteriormente em outras cidades, disse Shashua.

A unidade de autônomos da General Motors, Cruise, recebeu em 2017 uma licença similar, mas abandonou os planos de testar veículos em Nova York depois que o prefeito Bill de Blasio expressou preocupação com a segurança.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos