Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.764,26
    +3.046,32 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.853,37
    +392,82 (+0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,88
    -2,46 (-2,61%)
     
  • OURO

    1.818,90
    +11,70 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    24.556,60
    +546,59 (+2,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    574,64
    +3,36 (+0,59%)
     
  • S&P500

    4.280,15
    +72,88 (+1,73%)
     
  • DOW JONES

    33.761,05
    +424,38 (+1,27%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.580,00
    +268,75 (+2,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

MIUI 13 chegou: conheça todas as novidades do novo Android da Xiaomi

·7 min de leitura

A MIUI 13 foi lançada em 28 de dezembro de 2021 pela Xiaomi e chega junto da linha Xiaomi 12 e traz uma dezena de novidades para incrementar o sistema operacional da gigante chinesa.

A nova versão da MIUI traz como carro-chefe desta versão a melhor otimização do sistema para tornar a experiência mais agradável para os usuários. Segundo a companhia, em parceria com a Thiel Labs, foi construído um modelo conjunto para avaliação do desempenho e assim direcionar as metas de otimização.

O comparativo mostra a evolução da MIUI 13 em relação ao antecessor, com menos degradação e otimização dos recursos dos aparelhos (Imagem: Reprodução/Xiaomi)
O comparativo mostra a evolução da MIUI 13 em relação ao antecessor, com menos degradação e otimização dos recursos dos aparelhos (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

Em razão disso, a promessa é de correção de bugs, lentidão e outras falhas que atormentaram o usuário na versão 12. Os travamentos, alvo da ira de muita gente, devem ser drasticamente reduzidos — a promessa é de que eles desapareçam de vez. A Xiaomi garante que o sistema garantirá 36 meses de uso contínuo sem haver notável degradação do desempenho de leitura e gravação dos celulares.

Quando chega a MIUI 13

A versão estável está prevista para chegar no final de janeiro de 2022, mas ainda sem uma data definida. Devem ser contemplados nesta leva inicial os modelos:

  • Xiaomi 12 Pro

  • Xiaomi 12

  • Xiaomi 12X

  • Xiaomi 11 Pro

  • Xiaomi 11 Ultra

  • Xiaomi 11

A partir da distribuição para esses modelos topos de linha, é provável que os demais aparelhos da companhia também sejam agraciados. Como não houve ainda um cronograma oficial, é impossível dizer quais celulares devem receber essa versão modificada do Android.

Confira as principais novidades do evento de lançamento da MIUI 13 pela Xiaomi:

Sistema operacional integrado

A partir desta versão, a MIUI não é mais unicamente um sistema operacional para telefones celulares, mas projeto integrado para abranger vários dispositivos e conectar aparelhos inteligentes. Segundo a companhia, esta é uma "despedida dos últimos dez anos e o ponto de partida para os próximos dez".

Além de smartphones e tablets, o sistema também será integrado a relógios, televisores e outros dispositivos inteligentes (Imagem: Reprodução/Xiaomi)
Além de smartphones e tablets, o sistema também será integrado a relógios, televisores e outros dispositivos inteligentes (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

A fim de proporcionar uma melhor experiência de software no futuro, a empresa também fez grandes ajustes organizacionais neste mês, com o destaque de um departamento de software composto por cerca de 3 mil engenheiros.

Novo visual

A interface da Xiaomi não deve jogar fora os excelentes pontos das edições anteriores da MIUI, então os usuários da marca podem esperar um visual bem diferente daquele projetado pelo Google, recheado de retoques e com o conhecido capricho da fabricante chinesa.

Novos widgets da MIUI 13 seriam elementos importantes da nova interface e estão em testes na MIUI 12.5 (Imagem: Reprodução/Gizmochina)
Novos widgets da MIUI 13 seriam elementos importantes da nova interface e estão em testes na MIUI 12.5 (Imagem: Reprodução/Gizmochina)

O que se espera dessa atualização é a renovação de ícones padrões, os ajustes na área de notificações e um retrabalho dos elementos mais presentes na interface. Ademais, animações, menus, efeitos e outros detalhes menores também devem mudar bastante, assim como acontece em toda grande atualização.

Há também novos papeis de parede para oferecer opções de personalização. A empresa liberou um link oficial para quem desejar baixar gratuitamente os wallpapers para o seu celular sem precisar migrar para a MIUI 13.

Fonte renovada

Para quem queria ver o sistema operacional da Xiaomi com uma nova fonte, a empresa não decepcionou. Agora, o sistema utiliza uma fonte específica sua: a MiSans. A letra será usada tanto nas versões ocidentais do sistema quanto na oriental, com suporte ao chinês e idiomas baseados no alfabeto.

Mais widgets

Um grande destaque da MIUI 13 herdado do Android 12 deve ser a renovação dos widgets. Supostamente, os complementos de apps estarão totalmente refeitos na nova versão da interface, agora com cantos arredondados, visual uniformizado e com muita semelhança com o iOS, como dá para notar no print abaixo.

A loja de widgets está mais bombada do que nunca (Imagem: Reprodução/Gizmochina)
A loja de widgets está mais bombada do que nunca (Imagem: Reprodução/Gizmochina)

Durante o anúncio oficial, a companhia anunciou uma tonelada de novos widgets para atender a todo tipo de fãs. Há desde utilitários de relógios, fotos ou acesso rápido e recursos do aparelho até a integração com aplicativos diversos para acompanhar o placar de partidas, notícias em tempo real, serviços de streaming, dicionário e muitos outros.

Confira um compilado com alguns deles:

RAM virtual

Colocando de vez a novidade na mesa, a memória RAM "expansível" pode ser um dos recursos da MIUI 13. A ferramenta apareceu primeiro em testes na MIUI 12.5 e, basicamente, toma um pouco do armazenamento interno do celular para usar como memória de trabalho. A funcionalidade nada mais é que um quebra galho, então não espere que ela faça milagre em um aparelho mais velho.

Privacidade

Uma das novidades mais importantes do Android 12 é o Painel de Privacidade, um centro de informações relacionadas ao acesso à câmera e localização, por exemplo, aplicativos. No sistema base, a ferramenta permite visualizar permissões concedidas, horário em que elas foram utilizadas e revogar autorizações rapidamente.

(Imagem: Renato Santino/Canaltech)
(Imagem: Renato Santino/Canaltech)

Janelas flutuantes renovadas

Recurso antigo da MIUI, as janelas flutuantes são ótimos componentes para incrementar a capacidade de multitarefa da tela grande do celular. O recurso já é excelente na MIUI 12 e, na edição nova, tende a ficar ainda melhor, permitindo que usuários naveguem em diferentes apps, mesmo se eles não forem compatíveis com o modo de tela dividida.

Central de controle redesenhada

A nova central de controle da MIUI 13 segue um visual bem parecido com o que já foi visto no Android 11, mas com mudanças significativas para dar o toque especial da companhia chinesa. É possível notar atalhos para funções cotidianas, como modo avião, lanterna ou conectar em redes Wi-Fi, além de funcionalidades de segurança e o acesso ao painel de privacidade mencionado acima.

A Central traz agilidade nas configurações do telefone (Imagem: Reprodução/Xiaomi)
A Central traz agilidade nas configurações do telefone (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

Mi Magic Center

O Mi Magic Center é um recurso para transferir conteúdos entre dispositivos: é só arrastar de um lugar para o outro e assim transferir tudo de forma rápida. A novidade serve para vídeos, músicas, páginas de navegadores e diversos outros formatos. Dá até para usar adesivos e outros recursos visuais para ajudar a distinguir e decorar os dispositivos, assim fica mais fácil encontrá-lo com mais facilidade.

Arraste o que deseja para o dispositivo e solte para transferir imediatamente (Imagem: Reprodução/Xiaomi)
Arraste o que deseja para o dispositivo e solte para transferir imediatamente (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

O Magic Center suporte até a migração de aplicativos de um aparelho para outro: basta empurrar o ícone para cima e arrastá-lo para o Mi Miaoxiang Center. Ali, você seleciona qual o dispositivo vai receber o app e pronto. Essa é uma baita evolução para quem usa celulares, notebooks, tablets e televisores inteligentes da companhia de modo simultâneo.

Verificação facial

Para quem sentia falta do desbloqueio por reconhecimento de rostos, a MIUI 13 terá essa funcionalidade integrada. Esse recurso permitirá que toda a parte superior do corpo seja escaneada pelo aplicativo. Essa novidade vai permitir a chegada de um novo modo de fotografia de privacidade, reconhecimento inteligente de rosto e oclusão ao nível de sistema de outras imagens.

A foto do seu rosto fica apenas no aparelho para preservar a privacidade do usuário (Imagem: Reprodução/Xiaomi)
A foto do seu rosto fica apenas no aparelho para preservar a privacidade do usuário (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

Além de criar esses simpáticos desenhos-emojis, o recurso vai possibilitar a utilização de recursos de segurança a partir do reconhecimento dos traços faciais. Haverá também um recurso chamado "marca d'água de privacidade" e proteção contra fraude eletrônica para complementar o pacotão de segurança.

Privacidade para seus documentos

Essa "marca d'água" vai inserir uma espécie de carimbo de autenticidade das suas fotos para evitar vazamentos. Em situações como alugar uma casa, verificação de identidade em aplicativos ou outros locais onde fotos de identidade são necessárias, o upload direto da imagem original pode causar o risco de vazamento de privacidade.

Documentos com marca d'água perdem a validade, portanto não podem ser usados por criminosos (Imagem: Reprodução/Xiaomi)
Documentos com marca d'água perdem a validade, portanto não podem ser usados por criminosos (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

A MIUI13 terá um recurso que usa essa marca às suas fotos de identidade em seu álbum para limitar o uso do documento e proteger sua privacidade. Se alguém não autorizado acessar a galeria, por exemplo, não vai conseguir copiar a foto do seu cartão de crédito ou passaporte sem que a marca esteja presente.

Versão de testes

A versão prévia para testadores beta já foi liberada na China logo após o término da apresentação, mas ainda sem previsão para os demais países. Contrariando os rumores de que o sistema seria construído sobre a base do Android 11, a MIUI 13 tem como build o Android 12.21.12.27.

A Xiaomi já liberou a MIUI 13 para celulares compatíveis na China (Imagem: Reprodução/Xiaomi)
A Xiaomi já liberou a MIUI 13 para celulares compatíveis na China (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

Com um total de 4,4GB, o sistema será liberado como uma atualização OTA (Over the Air) e chegará como uma notificação para os proprietários de aparelhos capazes de migrar. Aos que ainda não receberam, o jeito é aguardar até que mais pessoas sejam convidadas a experimentar a MIUI 13.

Como está a sua ansiedade para receber a novíssima MIUI 13 no seu celular?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos