Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.238,73
    -1.702,95 (-1,56%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.610,72
    -988,66 (-1,92%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,79
    -2,35 (-2,76%)
     
  • OURO

    1.840,60
    +8,80 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    35.858,93
    +996,17 (+2,86%)
     
  • CMC Crypto 200

    812,35
    +1,75 (+0,22%)
     
  • S&P500

    4.293,76
    -104,18 (-2,37%)
     
  • DOW JONES

    33.535,22
    -730,15 (-2,13%)
     
  • FTSE

    7.297,15
    -196,98 (-2,63%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    14.020,75
    -405,75 (-2,81%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2334
    +0,0434 (+0,70%)
     

Missão chinesa detecta água no solo da Lua pela primeira vez na história

·1 min de leitura
Missão com cientista e mostra de solo trazida pela Chang'E-5. (Photo by VCG/VCG via Getty Images)
Missão com cientista e mostra de solo trazida pela Chang'E-5. (Photo by VCG/VCG via Getty Images)
  • Amostras de solo da Lua não eram analisadas na Terra desde 1976;

  • Módulo lunar trouxe cerca de 1,7 kg de solo lunar para análise;

  • Estados Unidos prevê uma missão tripulada à Lua em 2025.

O módulo lunar chinês Chang'E-5, que chegou na Lua no início de dezembro do ano passado, trouxe para a humanidade uma descoberta histórica: evidência de água na superfície da Lua.

Até então, todas as provas de água na superfície do satélite natural vinham através de observações e estudos feitos a partir do nosso planeta.

A descoberta foi possível graças à análise de cerca de 1,7 kg de material recolhido da superfície da Lua pela sonda Chang'E-5, da equipe do Instituto de Geologia e Geofísica da Academia Chinesa de Ciências (IGGCAS).

Leia também:

Desde 1976 uma amostra do solo lunar não era trazida de volta à Terra para análise.

Segundo os cientistas chineses que analisaram a amostra do solo, foi-se descoberta água líquida na proporção de 120 ppm (partes por milhão).

O estudo, que foi publicado na revista científica Science Advances, revelou também em outra amostra uma proporção de 180 ppm.

Corrida espacial volta a acirrar

Adormecida nos últimos anos, a corrida espacial parece ter se esquentado com o desenvolvimento de tecnologia aeroespacial dos chineses.

Para este ano, estão planejadas duas missões não tripuladas à Lua, uma dos estadunidenses e outra dos russos. Para 2025 a Nasa pretende enviar uma missão tripulada ao satélite.

Os australianos, por sua vez, divulgaram um estudo que indica haver oxigênio suficiente para sustentar a população da Terra por 100 mil anos a apenas 10 metros de profundidade da superfície lunar.

No entanto, ainda não há tecnologia capaz de extrair o gás dessas rochas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos