Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.738,70
    +1.032,80 (+0,86%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.190,49
    +361,18 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,40
    +1,58 (+2,48%)
     
  • OURO

    1.843,20
    +19,20 (+1,05%)
     
  • BTC-USD

    50.226,71
    +1.477,27 (+3,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.403,49
    +44,93 (+3,31%)
     
  • S&P500

    4.173,72
    +61,22 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.380,75
    +359,30 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.410,00
    +309,75 (+2,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4022
    -0,0103 (-0,16%)
     

Missão para "farejar" água na Lua em 2023 será lançada por foguete Falcon Heavy

Wyllian Torres
·2 minuto de leitura

A empresa de tecnologia robótica espacial Astrobotic anunciou o contrato com a SpaceX para o lançamento da missão Volatiles Investigating Polar Exploration Rover (VIPER), da NASA, a qual pretende explorar a superfície lunar em busca de água. O poderoso foguete Falcon Heavy será o responsável por lançar o módulo lunar Griffin, em 2023.

A missão intitulada como Griffi Mission 1 é voltada para a exploração do polo sul da Lua, em busca de possíveis fontes de água que servirão de recurso em futuras bases lunares. A Astrobotic venceu a competição do Commercial Lunar Payload Services (CLPS), um programa da NASA que selecionou o melhor projeto para este propósito. Até o momento, é o maior trabalho já desenvolvido pelo CLPS.

O diretor da missão, Daniel Gillies, explicou que chegar à Lua não é apenas construir uma nave espacial, mas todas as exigências que um trabalho como este demanda. E acrescentou: “o Falcon Heavy, da SpaceX, completa nossa missão Griffin Mission 1, fornecendo um veículo de lançamento comprovado para nos levar em nossa trajetória até a lua”. A empresa, no entanto, se recusa a revelar quais são os termos desta parceria.

Ilustração do módulo lunar da missão VIPER (Imagem: Reprodução/NASA Ames/Daniel Rutter)
Ilustração do módulo lunar da missão VIPER (Imagem: Reprodução/NASA Ames/Daniel Rutter)

A VIPER irá em busca de depósitos de gelo de água nas regiões do polo sul lunar, onde as crateras ficam permanentemente sombreadas. Todo o trabalho deve acontecer num período de 100 dias após o pouso do módulo. Inicialmente, a missão seria lançada em 2022, mas a agência resolveu adiar para que a equipe tivesse mais tempo para trabalhar no projeto — visando aumentar o tempo de vida da missão.

A Astrobotic pretende lançar ainda no final deste ano uma outra missão abarcada pelo programa CLPS com uma sonda lunar menor, a Peregrine, a qual será lançada pelo veículo Vulcan Centaur, da United Launch Alliance.

Falcon Heavy, da SpaceX (Imagem: Reprodução/SpaceX)
Falcon Heavy, da SpaceX (Imagem: Reprodução/SpaceX)

A SpaceX não realizou nenhum lançamento com o Falcon Heavy desde junho de 2019, sendo que o próximo não deve acontecer antes de julho deste ano. Em 2018, o veículo foi responsável por enviar um carro elétrico Tesla Roadster ao espaço, marcando a inauguração deste poderoso foguete. O Falcon Heavy é visado para muitas outras missões, pois é um dos foguetes mais potentes da atualidade e, inclusive, a NASA considera usá-lo para o lançamento da missão Europa Clipper, também prevista para 2023, para estudar a lua Europa, de Júpiter.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: