Mercado abrirá em 5 h 52 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,35
    +2,17 (+3,28%)
     
  • OURO

    1.789,60
    +13,10 (+0,74%)
     
  • BTC-USD

    56.679,53
    +398,51 (+0,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.458,50
    +15,72 (+1,09%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.059,45
    -50,50 (-0,71%)
     
  • HANG SENG

    23.718,12
    +242,86 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    28.024,44
    +202,68 (+0,73%)
     
  • NASDAQ

    16.364,50
    +214,00 (+1,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3932
    +0,0232 (+0,36%)
     

Missão para estudar raios gama de supernovas na Via Láctea será lançada em 2025

·1 min de leitura

A NASA selecionou uma das propostas enviadas ao Astrophysics Explorers Program, na categoria Small Explorer (SMEX), cujas missões de exploração espacial recebem até US$ 145 milhões, sem incluir os custos de lançamento. O escolhido foi o Compton Spectrometer and Imager (COSI), um telescópio que investigará os elementos químicos da Via Láctea através de raios gama.

Para descobrir a história dos elementos químicos de nossa galáxia, o COSI medirá os raios gama de elementos radioativos produzidos durante explosões estelares. Isso porque é através da morte das estrelas que a maior parte dos elementos da tabela periódica são produzidos e espalhados pelo universo.

Além disso, o COSI também fará medições para melhorar nossa compreensão de como as explosões cósmicas energéticas distantes produzem raios gama. Por fim, a missão também estudará a origem misteriosa dos pósitrons presentes em nossa galáxia. Também conhecidos como antielétrons, essas partículas subatômicas que têm a mesma massa de um elétron, mas uma carga positiva.

O principal investigador do COSI é John Tomsick, da Universidade da Califórnia, Berkeley. Sua equipe passou décadas desenvolvendo uma tecnologia de observação dos raios gama cósmicos por meio de balões científicos. A NASA ainda escolherá a empresa que vai lançar o telescópio COSI em um veículo espacial em 2025.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos