Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    45.270,29
    -1.652,70 (-3,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Missão árabe Hope Mars chega a Marte nesta terça-feira (9); acompanhe!

Danielle Cassita
·2 minuto de leitura

Depois de viajar mais de 400 milhões de quilômetros, a missão Hope Mars, dos Emirados Árabes Unidos, finalmente se aproxima do planeta: a sonda chega a Marte nesta terça-feira (9), e irá iniciar a manobra de entrada na órbita marciana às 12h30, no horário de Brasília. Se tudo correr bem, o país se tornará o quinto a ter uma missão lançada ao Planeta Vermelho.

Para entrar na órbita do planeta, a sonda terá que ser desacelerada da velocidade de 120 mil km/h para 18 mil km/h para que, assim, seja capturada pela gravidade de Marte. Isso será feito com a ativação dos seis propulsores Delta-V durante 27 minutos, que deverá colocar a nave na órbita para a captura — e tudo isso de forma autônoma, já que há 11 minutos de atraso para a transmissão de sinais vindos da sonda ou da Terra.

Após entrar na órbita e seguir para o lado mais afastado de Marte, a comunicação com o controle da missão será interrompida durante 15 minutos. Essas tarefas não serão fáceis, tanto que metade das missões lançadas ao Planeta Vermelho falharam, mas a equipe da missão está preparada para o desafio: “sabíamos quais seriam as chances quando entramos nisso”, comentou Sarah Al Amiri, representante da agência espacial dos Emirados Árabes. “Já foi ensaiado várias vezes, pensamos em cada cenário em que tudo poderia dar certo ou errado e programamos isso na sequência de comandos”, completa.

Então, se tudo der certo, os Emirados Árabes se tornarão o quinto país a alcançar Marte. Depois, ao longo dos próximos dois meses, a Hope vai realizar mais algumas manobras para se posicionar em uma órbita mais próxima do planeta para que, assim, realize seu objetivo principal de analisar a atmosfera do planeta e fazer registros globais dos padrões climáticos. Para isso, a Hope irá orbitar Marte a cada 55 horas, produzindo imagens completas a cada nove dias.

A missão foi lançada em julho do ano passado durante o momento de maior proximidade entre Marte e a Terra — tanto que as missões Mars 2020, da NASA, e Tianwen-1, da China, também aproveitaram a oportunidade e chegarão em breve ao planeta. A missão chinesa chegará na quarta-feira (10), enquanto a dos Estados Unidos deverá alcançar o planeta em 18 de fevereiro.

Você pode acompanhar a chegada da Hope por meio da transmissão feita pela agência espacial dos Emirados Árabes, que se inicia ao meio-dia no horário de Brasília, clicando aqui. Vale lembrar que a transmissão não irá mostrar imagens ao vivo da jornada e manobras da sonda, mas sim as imagens do controle da missão com dados de telemetria e, possivelmente, animações feitas com dados obtidos em tempo real.

Você também pode assistir à transmissão ao vivo do canal Dubai One (em inglês) no vídeo abaixo:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: