Mercado abrirá em 5 h 43 min
  • BOVESPA

    108.789,33
    +556,59 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,03
    +900,05 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,41
    +1,01 (+0,90%)
     
  • OURO

    1.810,30
    -8,60 (-0,47%)
     
  • BTC-USD

    29.787,68
    -610,20 (-2,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    668,86
    +426,18 (+175,62%)
     
  • S&P500

    4.088,85
    +80,84 (+2,02%)
     
  • DOW JONES

    32.654,59
    +431,17 (+1,34%)
     
  • FTSE

    7.519,16
    +0,81 (+0,01%)
     
  • HANG SENG

    20.577,24
    -25,28 (-0,12%)
     
  • NIKKEI

    26.911,20
    +251,45 (+0,94%)
     
  • NASDAQ

    12.500,75
    -59,50 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1983
    -0,0121 (-0,23%)
     

Ministros das Finanças do G7 miram 30 bi de euros em ajuda à Ucrânia, mas há oposição, diz Spiegel

Prédio destruído em Mariupol, Ucrânia

BERLIM (Reuters) - Os ministros das Finanças do Grupo dos Sete (G7) pretendem concordar em fornecer cerca de 30 bilhões de euros em apoio financeiro à Ucrânia em sua reunião na Alemanha na próxima semana, informou a revista Spiegel.

A ajuda, destinada a cobrir as necessidades financeiras do país devastado pela guerra até o final do ano, seria fornecida na forma de empréstimos e subsídios, o que significa que Kiev não teria de reembolsar a quantia total, informou o veículo nesta sexta-feira, citando fontes envolvidas nas negociações.

Mas ainda há oposição ao plano, segundo a reportagem, que acrescentou que um país europeu ainda não concordou em participar.

(Por Maria Sheahan e Rachel More)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos